Boca e River empatam na primeira final da Libertadores-2018

Com o resultado de 2 a 2, a grande decisão da Taça Libertadores da América – 2018 segue em aberta para a “Grande Final”, que será no dia 24 deste mês.

Por
Compartilhe

Os primeiros 90 minutos do “Superclássico” pela grande final da Libertadores se foram, com um grande duelo entre Boca Juniors e River Plate, onde o placar não poderia ter sido outro – o de igualdade. Boca e River empataram em 2 a 2 na primeira final da Libertadores-2018.

Com a partida remarcada para a tarde deste último domingo por motivos extracampo (temporal na Argentina no último sábado – data da primeira decisão), Boca e River realizaram uma partida digna da grande rivalidade entre os dois clubes. Mas o destaque vai mesmo para a torcida do time da casa, que na Bombonera transformaram o estádio num verdadeiro caldeirão. Vale lembrar que por motivos da remarcação do duelo, a mesma foi com torcida única.

A torcida do Boca Juniors foi o grande destaque da primeira final da Libertadores.A torcida do Boca Juniors foi o grande destaque da primeira final da Libertadores. Foto: Reuters.

Voltando ao confronto, Ábila e Benedetto marcaram para o Boca Juniors; Lucas Pratto e Izquierdoz (contra) anotaram a favor do River Plate. Com o resultado de igualdade, a grande decisão da Taça Libertadores da América – 2018 segue em aberta para a “Grande Final”, que será no dia 24 deste mês, no Monumental de Núñez, às 18h (horário de Brasília).

O JOGO:

Atuando a frente de sua torcida, o Boca Juniors pressionou os “Milionários” já nos segundos iniciais, porém, com mais posse de bola, não conseguiu criar nenhuma grande oportunidade de gol. A primeira chance real foi dos visitantes, aos sete minutos, em cobrança de falta de Gonzalo Martínez, que colocou no ângulo, mas Rossi defendeu.

O primeiro gol da partida saiu depois dos 30 minutos da etapa inicial, com Ábila, que recebeu na área, saiu da marcação e bateu – Armani defendeu o chute, mas no rebote o próprio Ábila colocou a bola para o fundo das redes. O River não se abateu e nos minutos seguintes respondeu com um belo gol de Lucas Pratto, que entrou pelo lado direito da área do Boca e com um chute cruzado balançou a rede do time da casa para deixar tudo igual novamente.

Lucas Pratto comemora e muito o primeiro gol do River na final.Lucas Pratto comemora e muito o primeiro gol do River na final.

No final do primeiro tempo, o Boca voltou a ficar na frente do placar – mais uma vez com o “iluminado” Benedetto, que entrou no decorrer da partida, no lugar de Pavón. Na cobrança de falta de Villa, do meio de campo para a grande área, Benedetto apareceu perto da pequena área e de cabeça mandou a bola para o gol defendido por Armani – 2 a 1 Boca Juniors.

O gol de empate do River só veio na segunda etapa, aos 15 minutos de jogo. Em falta de longe, Martínez mandou para a área do Boca Juniors; Izquierdoz desviou de cabeça contra o próprio gol na disputa com Lucas Pratto e enganou o goleiro, marcando assim o gol que deixou o primeiro duelo da final da Libertadores em igualdade. Placar final: 2 a 2.

 

Comentários