Grêmio vê River Plate virar o placar na Arena e dá adeus a Libertadores com muita reclamação

Com a derrota, o Grêmio está eliminado da Libertadores e o River Plate segue vivo na competição, esperando o adversário que sairá nesta quarta-feira do confronto entre Palmeiras e Boca Juniors.

Por
Compartilhe

Com uma pequena vantagem construída na Argentina, no jogo de ida pela semifinal da Libertadores, o Grêmio na última terça-feira tinha na Arena o placar ao seu favor, só que desta vez, o Tricolor Gaúcho pegou uma pedreira pela frente e as coisas ficaram bastante equilibradas.

River Plate vira o placar na Arena e classifica-se a final da Libertadores.River Plate vira o placar na Arena e classifica-se a final da Libertadores.

Com o River Plate dominando boa parte do duelo na Arena, em Porto Alegre, foram os donos da casa que abriram o placar, ainda na primeira etapa do confronto – Leonardo foi o autor do gol gremista nos minutos finais do primeiro tempo. Porém, contra um time “copeiro” como é o River, não se pode vacilar nenhum momento.

O Grêmio que ainda na primeira etapa havia ampliado a sua vantagem, até começou o segundo tempo mais ligado, com a sua marcação mais adiantada, conseguiu “em partes” segurar o ímpeto do time argentino, mantendo o mesmo em boa parte do tempo complementar em seu campo. Mas o River tinha que ir atrás do resultado e esse veio a partir dos 35 minutos.

A partir desse momento, o que para muitos era só alegria, começou a virar um pesadelo. Falo aqui da torcida gremista que naquele momento, com o placar agregado de 2 a 0 já dava a partida por vencida, mas esqueceram de avisar aos jogadores do River Plate, que depois do gol de empate de Borré (os tricolores reclamam de irregularidade no lance – onde o atacante argentino teria marcado o gol com o braço, mas no entendimento da arbitragem sem a intenção de colocá-lo na jogada, uma vez que o membro estava colado ao corpo e foi a bola que deslizou no braço) o time visitante parece que acordou e foi pra cima do Tricolor Gaúcho.

Precisando de mais um gol para garantir a classificação para ir a final da Libertadores, o River Plate viu a chance aparecer aos 41 minutos da etapa complementar, quando Ignacio Scocco tenta chutar a gol e em um movimento muito rápido, Bressan que estava com o braço aberto, teve a bola tocada em sua mão (lembrando que o zagueiro gremista com o braço aberto, estendeu o seu campo de defesa, dando margens ao episódio) antes de sair pela linha de fundo. Até aí, parecia um lance normal, tanto que os jogadores do River pediram um escanteio e foi o que o árbitro da partida primeiramente marcou, só que nesse meio tempo, o árbitro de vídeo – VAR solicitou a Andrés Cunha – árbitro da partida que analisasse o lance e ao vê-lo pela TV, voltou a campo e marcou a penalidade e mais, acabou expulsando o zagueiro do Grêmio.

Momento em que o árbitro da partida volta a campo e marca a penalidade para o River Plate.Momento em que o árbitro da partida volta a campo e marca a penalidade para o River Plate.

Com a marcação da penalidade, uma confusão se armou na grande área gremista, Bressan incontrolável chegou a partir pra cima do árbitro, sendo contido pelos companheiros, que também reclamaram e muito do lance. Com tudo calmo, após 8 minutos de muita discussão, Pity Martínez pegou a bola, colocou na marca da cal e encheu o pé no canto oposto ao que Marcelo Grohe saltou para assim colocar o River Plate na grande final da Taça Libertadores da América – 2018.

Ao final da partida, jogadores e o técnico gremista reclamaram muito do árbitro e do VAR, alegando que foram roubados, uma vez que eles alegam que o Sr. Andrés Cunha não analisou o lance que deu o primeiro gol para o time argentino, porém, as imagens durante a partida deixam bem claro que alguns minutos após o gol marcado por Borré, o árbitro da partida conversa com o árbitro de vídeo, dando o lance como normal, não solicitando a revisão do mesmo.

Com a derrota, o Grêmio está eliminado da Libertadores-2018 e o River Plate como já declaramos acima, segue vivo na competição, esperando o adversário que sairá nesta quarta-feira do confronto entre Palmeiras e Boca Juniors, que se encaram na Allianz Arena, em São Paulo – no primeiro confronto deu Boca Juniors 2 a 0 Palmeiras. Já ao Tricolor Gaúcho resta agora lutar nas últimas rodadas do Brasileirão – o Grêmio é o quinto colocado na tabela de classificação, com 52 pontos – estando ele na zona de classificação para a pré-Libertadores. No próximo sábado, ás 17h, o Grêmio volta ao Campeonato Brasileiro, onde irá encarar o Atlético-MG, sexto colocado, em um confronto direto pela classificação a maior competição Sul-Americana de futebol, uma vez que está a 11 pontos do líder Palmeiras, com poucas chances de chegar ao título do Brasileirão.

Comentários