Pelas oitavas de final da Libertadores da América, o zagueiro Kannemann salva o Grêmio no final do primeiro tempo ao marcar um gol fora de casa. Jogando em Quilmes, na Argentina, Estudiantes e Grêmio fizeram um jogo de dois tempos - literalmente falando.

O JOGO:

Com o time argentino melhor na primeira etapa - mesmo com o Grêmio iniciando o duelo em cima do time da casa, o Estudiantes foi mais objetivo e marcou logo no início da partida, com um golaço de Apaolaza, que acertou um chute no ângulo esquerdo da meta defendida por Marcelo Grohe.

O gol argentino veio logo em seguida de uma chance desperdiçada por André, que de frente para o gol após passe de Maicon, perdeu uma das chances mais claras para o Tricolor Gaúcho. Com o gol perdido, o Estudiantes viu que poderia ir para cima do Grêmio e foi o que passou a fazer, até que aos oito minutos da etapa inicial, abriu o placar - como já descrevemos acima. Com uma marcação adiantada, Campi ampliou o placar aos 38 minutos. O que parecia ser o fim do Grêmio no jogo foi o recomeço. Em um lance de escanteio, o zagueiro Kannemann pegou o rebote do goleiro e mandou para os fundos da rede - aos 43 minutos - gol esse que recolocou o Grêmio de volta na partida: 2 a 1 para os donos da casa.

Kannemann saí para o abraço ao marcar o gol que recolocaria o Tricolor de volta na disputa pelas quartas de final da Libertadores.

Na segunda etapa o Tricolor voltou muito superior, tanto que aos três minutos, André mais uma vez perdeu uma chance em uma bola cruzada da ponta direita para área. O Grêmio era o time que dominava as ações na etapa complementar, porém, não conseguia ser efetivo nas finalizações, que eram bloqueadas pelo time argentino e nem mesmo com a expulsão de Zuqui, aos 31 minutos do segundo tempo, o time brasileiro conseguiu o empate e assim foi a tônica do primeiro jogo entre argentinos e brasileiro nessas oitavas de final da Libertadores-2018.

COMO FICA AGORA PARA O JOGO DA VOLTA:

Agora para o jogo da volta, o Estudiantes no próximo dia 28 de agosto, em Porto Alegre, terá uma pequena vantagem, pois qualquer empate o classifica as quarta de final da competição, porém, o gol marcado por Kannemann dá ao Grêmio a chance de se classificar com uma simples vitória por 1 a 0 em seus domínios. Se o jogo terminar 2 a 1 para o time Tricolor, a decisão irá para os pênaltis. Já uma vitória do Grêmio por um gol, acima de 3 a 2, classifica o time argentino.

Abaixo confira os demais confrontos das oitavas de final da competição:

LibertadoresFinal
11/11 - 17:00 - La Bombonera
BOC 2 x 2 RIV
09/12 - 17:30 - Santiago Bernabéu
RIV 3 x 1 BOC
Ver tabela completa