Vasco vive o "caos" após ser eliminado da Libertadores

Um novo tropeço do time poderá culminar na demissão do técnico Zé Ricardo.

Por
Compartilhe

Após a humilhante goleada por 4 a 0 sofrida pelo Cruzeiro em pleno estádio São Januário nesta última quarta-feira – que culminou na eliminação do Vasco na Copa Libertadores, ainda na fase de grupos da competição e posterior incidentes com a torcida, a direção vascaína buscará reforçar a segurança para o próximo compromisso do time, no sábado, diante do América-MG, pelo Campeonato Brasileiro.

Da maneira que a equipe deixou escapar a classificação a próxima fase da Libertadores poderá ter reflexos também na comissão técnica. Um novo tropeço do time poderá culminar na demissão de Zé Ricardo, que não conta com o mesmo prestígio de quando chegou ao São Januário pela primeira vez para comandar a equipe carioca e boa parte da torcida exige a saída imediata do treinador.

Zé Ricardo - treinador do Vasco.Zé Ricardo - treinador do Vasco.

Porém, uma boa vitória diante dos mineiros no próximo final de semana poderá trazer a calmaria de volta – pelo menos por hora, pois a ferida deixada nesta quarta-feira poderá voltar a se abrir e novamente fazer com que o clima dentro do clube volte a ser a piorar.

Além do Brasileirão, o Vasco ainda poderá em 2018 buscar algo melhor através da Copa do Brasil, uma vez que o time está classificado as oitavas de finais e enfrentará a equipe do Bahia nos dias 09 de maio – jogo de ida e 16 de maio – jogo da volta, no Rio de Janeiro.

Existe ainda a possibilidade do Vasco disputar a Copa Sul-Americana nesta temporada, mas para que isso aconteça, o clube carioca será obrigado a terminar em terceiro lugar em seu grupo na Libertadores – com tudo, o Vasco terá que torcer para que o Racing vença o time da Universidad de Chile, nesta quinta-feira e posteriormente (ele Vasco) vença os chilenos fora de casa, na última rodada da fase de grupos da competição sul-americana.

Comentários