Vasco atropela na Pré-Libertadores

Em ritmo de carnaval, o Vasco não toma conhecimento do Jorge Wilstermann pela "Pré-Libertadores" e encaminha sua classificação a fase de grupos da competição.

Por
Compartilhe

Pela Libertadores da América, o Vasco foi o Brasil nesta quarta-feira – em jogo de ida, no estádio São Januário, no Rio de Janeiro, o clube carioca que jogava em casa, goleou o Jorge Wilstermann pela terceira fase da Libertadores, também conhecida como “Pré-Libertadores”.

O time comandado por Zé Ricardo praticamente encaminhou a classificação vascaína a fase de grupos da maior competição sul-americana, ao aplicar 4 a 0 no time boliviano. O jogo de volta é na próxima quarta-feira, dia 21, na altitude de Sucre.

Os gols do Vasco foram marcados por Paulinho, Rildo, Evander e Yago Pikachu – esse último é o artilheiro do time com três gols marcados. Mas o destaque da partida foi Desábato, que chegou nesta temporada e tomou conta do meio campo. O volante argentino tem impressionado os torcedores por sua elegância em campo e sua forte marcação. Na partida de “ida” contra o time boliviano, Desábato foi o rei dos desarmes, com quatro, lembrando muito o estilo de Guiñazu, ex-volante do Vasco.

Yago Pikachu foi um dos nomes na goleada do Vasco sobre o time boliviano.Yago Pikachu foi um dos nomes na goleada do Vasco sobre o time boliviano.

Quem também mereceu destaque na partida que praticamente classificou o “Cruz-Maltino” para a fase de grupos da Libertadores, é o treinador Zé Ricardo, que com sua estratégia bem definida, armou uma equipe bem compacta, vibrante e com jogadores tendo conhecimento do que precisavam fazer dentro de campo. Junto com sua comissão técnica, Zé Ricardo é um dos principais responsáveis por esse belíssimo início do Vasco na Libertadores.

Em entrevista coletiva, Zé disse que o Vasco está muito próximo daquilo que ele planeja para o futebol do time e quando estiverem prontos, as vitórias estarão mais próximas.

“Entramos para realizar um bom jogo, e quanto mais próximo estivermos do nosso modelo, da nossa forma de jogar, acredito que estaremos mais próximos das vitórias. Não jogamos porque é bonito, nós fazemos o jogo ficar bonito”, declarou o treinador vascaíno.

Comentários