Diego Cavalieri e Henrique acionam Fluminense na justiça

Henrique e Diego Cavalieri seguem o mesmo caminho de Scarpa e acionam o Fluminense na justiça para terem seus direitos garantidos.

Por
Compartilhe

Agora não é apenas um processo rolando contra o Fluminense na justiça e sim três - após Scarpa entrar com uma ação contra o clube carioca alegando salários, direitos de imagem e 13º atrasados, Henrique que foi dispensado pelo clube em dezembro do ano passado, entrou com uma ação na justiça contra o clube reivindicando seus vencimentos até o fim dos respectivos contratos. Cavalieri da mesma forma.

Cavalieri e Henrique exigem a rescisão contratual indireta e imediata, além de exigirem valores milionários pelas dívidas do Tricolor das Laranjeiras.

Zagueiro Henrique exige mais de R$ 9 milhões do Fluminense.Zagueiro Henrique exige mais de R$ 9 milhões do Fluminense.

A ação movida por Henrique foi impetrada no dia 09 de janeiro, onde o zagueiro questiona sobre o pagamento de férias e 13º de 2016, salários de novembro de 2017, férias e 13º referentes ao ano passado e ainda valor sobre premiação pela conquista da Primeira Liga e depósitos fundiários do FGTS. O valor cobrado pelo zagueiro Henrique junto ao Fluminense ultrapassa os R$ 9 milhões.

Além destas cobranças, os defensores de Henrique na justiça utilizam a nota divulgada pelo próprio clube para solicitar a rescisão contratual.

No dia 28 de dezembro último, o clube carioca divulgou uma nota oficial em seu site anunciando a dispensa de oito atletas, entre eles Henrique, onde os advogados do zagueiro agora destacam que a direção do Fluminense ali deixou claro que o clube não contava mais com o jogador para 2018, onde ainda na nota a direção “desejava sorte na carreira dos jogadores”.

Com a liminar aceita pela juíza Rossana Tinoco Novaes, o jogador está liberado para assinar com o clube que desejar – o zagueiro com isso está livre para ser anunciado pelo Corinthians a qualquer momento.

Diego Cavalieri foi um dos oito atletas dispensado pelo Fluminense em dezembro.Diego Cavalieri foi um dos oito atletas dispensado pelo Fluminense em dezembro.

Já o goleiro Diego Cavalieri acionou o Fluminense na justiça nesta última quinta-feira. Com as mesmas bases de Henrique e Scarpa, o ex-goleiro tricolor reclama salários atrasados e os que têm direito a receber até o fim do contrato. No caso de Cavalieri, o contrato junto ao clube não encerraria em dezembro de 2018, mas sim em dezembro de 2019 e com isso o atleta também exige a rescisão contratual indireta e imediata para poder seguir carreira em outro clube.

As ações judiciais de Cavalieri, Henrique e Scarpa estão ancoradas no artigo 31 da Lei Pelé, “que prevê que o clube que estiver com vencimentos atrasados por períodos igual ou superior a três meses, terá o contrato de trabalho desportivo do atleta rescindido”.

Comentários