Juíza do Trabalho do Rio de Janeiro nega pedido de rescisão a Scarpa

Scarpa irá aguardar o fim do processo em Hortolândia-SP - sua cidade natal.

Por
Compartilhe

Novo capítulo na novela envolvendo Gustavo Scarpa e Fluminense foi revelado nesta quarta-feira. A juíza da 70ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, Dalva Macedo, negou o pedido de rescisão imediata do contrato de Scarpa, com isso o jogador continua vinculado ao clube das laranjeiras até o fim do processo.

Gustavo Scarpa pediu na justiça a liberação para “exercer livremente sua atividade de atleta profissional de futebol em outro empregador que não seja devedor contumaz”, entretanto, a juíza entendeu essa atitude como temerária, uma vez que os efeitos da mesma seriam irreversíveis ao Fluminense.

Gustavo Scarpa - meia do Fluminense.Gustavo Scarpa - meia do Fluminense.

Como revelou outrora o empresário do jogador, essa questão poderá se arrastar por muito tempo, o que poderá implicar no impedimento do atleta em se transferir para outro clube nesta janela de transferências, a não ser que o jogador entre em um acordo com o Fluminense – porém existe uma possibilidade de Scarpa não seguir no elenco de Abel em 2018, uma vez que o São Paulo já negocia com o Tricolor Carioca uma forma de contratá-lo após todo esse processo na justiça.

Em Orlando, nos Estados Unidos, onde o Fluminense disputará a “Florida Cup”, os dirigentes do clube declararam que irão aguarda a decisão da justiça para se pronunciarem a respeito. Scarpa que é o autor da ação na justiça aguarda o resultado da mesma em Hortolândia – SP, sua cidade natal.

 

Comentários