Lucas Pratto agradece ao São Paulo e explica o motivo de sua saída

Com a meta de alcançar os R$ 90 milhões em vendas esse ano, o São Paulo já atingiu um terço com a saída de Lucas Pratto ao River Plate

Por
Compartilhe

Lucas Pratto concedeu ontem, segunda-feira, sua última coletiva como jogador do São Paulo. Durante a mesma, ele agradeceu ao clube e pautou os motivos que o levaram a aceitar a proposta do River Plate, da Argentina.

“Antes de qualquer coisa, quero aqui falar a verdade e deixar bem claro o esforço do Raí e do São Paulo em contar comigo em 2018. Eles sabem que o motivo da minha volta à Argentina, é exclusivamente por uma questão complicada com a minha filha. Seria o meu quarto ano no Brasil e a minha filha não me queria mais longe. Não estou com minha ex-namorada e é algo mais complicado. O Tricolor fez todo esforço para eu ficar. Apenas posso agradecer. Declarei que só sairia se fosse para um clube da Argentina. Da Europa ou China, também não sairia. Queria sair ou pedir para sair se houvesse uma proposta da Argentina e atendesse os valores que o São Paulo merece pelo esforço que fez ano passado por mim. Escutei que estava saindo porque não gostei do projeto a mim apresentado. Isso é mentira. Falei no final do ano passado que estava com vontade de ter um 2018 bom com o São Paulo. Mas quem tem filhos irá me entender”, declarou Pratto.

Lucas Pratto em sua última coletiva como jogador do São Paulo.Lucas Pratto em sua última coletiva como jogador do São Paulo.

Para completar, o atacante argentino ainda disse que se nenhuma proposta da Argentina chegasse, ele iria ficar sem problemas, daria um jeito e jamais sairia para outro lugar.

“Se nenhuma proposta chegasse ou um acordo, eu ficaria aqui, sem problemas e não sairia para outro clube. Estou deixando algum dinheiro para receber. Mais do que nada é uma coisa pessoal, só minha. Queria que parassem de falar o que eu estava falando, que eu estou saindo porque sou mercenário, por causa do projeto... a minha prioridade é minha filha, única e exclusiva. Minha saída é só por ela, não é por causa de dinheiro e muito menos esportiva. Quero agradecer ao clube e ao torcedor que em 2017 me apoiou. Este ano tenho certeza que será diferente para o São Paulo, o time irá brigar por títulos, se Deus quiser de conquistas. Se eu voltar algum dia, existe uma cláusula no contrato com o River que o São Paulo tem a preferência. Se eu voltar ao Brasil, volto para o Tricolor Paulista. Quero mais uma vez agradecer ao clube, a torcida e aos meus companheiros. Desculpa se foi forte com as palavras, mas acredito que tinha que falar”, finalizou o agora atacante do River Plate.

Lucas Pratto deixa o São Paulo por R$ 44,4 milhões, que ainda poderá lucrar mais R$ 13,5 milhões caso ele consiga alcançar metas estipuladas no contrato – títulos. Destes R$ 44,4 milhões, o “Tricolor Paulista” ficou com R$ 32,9 milhões, o restante ficará com o Atlético-MG e com a rede de Supermercados de Minas que patrocinava o atacante no Brasil.

Jogando pelo São Paulo, Lucas Pratto disputou 48 partidas, dando seis assistências e marcando 14 gols.

Com a saída do atacante argentino para o River Plate, Raí agiu rápido e traz para o São Paulo, Diego Souza, do Sport, que deverá ser apresentado de forma oficial nas próximas horas – além de Diego, surgiu nesta última segunda-feira, conversas de que o Tricolor Paulista estaria interessado em Robinho, que também interessa ao Grêmio e ao Santos. Robinho encontra-se livre no mercado após o término de contrato com o Atlético-MG.

Comentários