Fluminense teme por saída de Scarpa, que não se reapresenta ao grupo

Após a não reapresentação de Gustavo Scarpa no Fluminense com os demais jogadores do elenco; clube carioca teme uma ação judicial por parte do atleta.

Por
Compartilhe

Gustavo Scarpa não se reapresentou ao Fluminense nesta última quarta-feira com o restante do elenco para a temporada-2018 e com isso a sensação do atleta estar mais distante do clube, só aumentou. Passando por uma enorme crise financeira, as chances de o jogador permanecer no time são muito pequenas, ainda mais com o interesse de clubes como Corinthians, Palmeiras e São Paulo.

Em nota, a assessoria de imprensa do Fluminense comunicou que o jogador não havia justificado sua ausência e que o clube continuava em busca de um contato com ele.

“O jogador Gustavo Scarpa não se reapresentou com o restante do grupo nesta manhã de quarta-feira e tampouco justificou sua ausência. O clube continua em busca de contato com o atleta e já estão sendo tomadas providências”.

Gustavo Scarpa pode estar deixando o Fluminense.Gustavo Scarpa pode estar deixando o Fluminense.

Mesmo terminando a temporada passada em alta no clube, Scarpa não escondeu seu descontentamento com as vaias recebidas pela torcida em uma das partidas no Maracanã e esse é só um dos motivos que podem estar fazendo o jogador a deixar o clube das Laranjeiras. Com salários atrasados, a direção do Fluminense teme que Scarpa use isso para deixar o clube através de uma ação judicial.

A direção do Fluminense ainda declarou que teve uma conversa com o Scarpa dias antes da reapresentação e não entende sua ausência, visto que nesta conversa o clube concordou em uma possível não ida do jogador ao “Torneio da Florida” se o mesmo recebesse uma nova proposta de outro clube, desde que ele se reapresentasse com os demais companheiros do elenco.

“De acordo com a Lei Pelé, a Justiça do Trabalho pode conceder a rescisão contratual se houver atraso salarial, de direitos de imagem ou no recolhimento de FGTS por período igual ou superior a três meses”. Neste caso, não haveria compensação ao Fluminense. O clube até o momento não foi comunicado oficialmente de nenhuma ação.

 

Comentários