CR7 ganha mais um prêmio de melhor do mundo

Nos últimos dias de 2017 Cristiano Ronaldo foi eleito mais uma vez o melhor do ano pelo Globe Soccer Awards, evento que também premiou o Real Madrid e Zidane

Por
Compartilhe

Na última semana de 2017 Cristiano Ronaldo ganhou mais um troféu de melhor do mundo para sua coleção. Dessa vez foi na gala dos Globe Soccer Awards 2017, esta quinta-feira, dia 28, em Dubai. Neste ano o atacante português do Real Madrid já havia sido premiado com o Fifa The Best, o Goal 50, e a Bola de Ouro, superando jogadores como Messi e Neymar, para ser premiado. Além disso o craque ganhou cinco títulos com o Real em 2017.

O português não compareceu no evento em Dubai, mas recebeu seu troféu de Del Piero em Madri, e agradeceu em ligação de vídeo em um telelão do evento. Ao ser questionado sobre a quantidade de títulos que já ganhou, CR7 brincou dizendo

-  Não se preocupe comigo, eu tenho bastante espaço (para os troféus).

No vídeo em que agradeceu a premiação, o craque completou dizendo:

- Para mim é um especial momento. Eu me sinto muito feliz por receber este prêmio. Quero agradecer meus companheiros, meu técnico, meu clube. Foi um ano incrível. Ganhamos muitos troféus coletivamente e também individualmente. Quero agradecer às pessoas que votaram em mim. No ano que vem, façam a mesma coisa.

Na lista, também concorrendo ao prêmio de melhor do mundo pela gala dos Globe Soccer Awards 2017, estavam Messi, Neymar, Buffon, Dybala, Mbappé e Sergio Ramos.

Além do melhor jogador do mundo, também foram premiados o melhor clube, que ficou com o Real Madrid; o melhor técnico, sendo escolhido o Zidane; o Campeonato Espanhol foi escolhido como a melhor liga; e ainda o empresário de CR7 foi lembrado como melhor agente de 2017.

Confira a lista de prêmios do Globe Soccer Awards:
Melhor jogador – Cristiano Ronaldo (Real Madrid)
Melhor técnico – Zinédine Zidane (Real Madrid)
Melhor clube – Real Madrid
Prêmio pela carreira de jogador – Francesco Totti (ex-Roma e Itália)
Melhor técnico de seleção árabe – Héctor Cúper (Egito)
Melhor agente – Jorge Mendes
Prêmio pela carreira de treinador – Marcello Lippi (China e ex-Itália, Juventus, Inter de Milão e e outros)
Executivo de futebol do ano – Vadim Vasilyev (Monaco)
Prêmio pela carreira de jogador – Carles Puyol (ex-Barcelona e Espanha)
Melhor campeonato nacional – Campeonato Espanhol
Melhor seleção árabe – Arábia Saudita
Melhor árbitro – Felix Brych (Alemanha)
Prêmio de negócios do esporte – Ferran Soriano (CEO do Manchester City)

Comentários