Na última semana de 2017 Cristiano Ronaldo ganhou mais um troféu de melhor do mundo para sua coleção. Dessa vez foi na gala dos Globe Soccer Awards 2017, esta quinta-feira, dia 28, em Dubai. Neste ano o atacante português do Real Madrid já havia sido premiado com o Fifa The Best, o Goal 50, e a Bola de Ouro, superando jogadores como Messi e Neymar, para ser premiado. Além disso o craque ganhou cinco títulos com o Real em 2017.

O português não compareceu no evento em Dubai, mas recebeu seu troféu de Del Piero em Madri, e agradeceu em ligação de vídeo em um telelão do evento. Ao ser questionado sobre a quantidade de títulos que já ganhou, CR7 brincou dizendo

-  Não se preocupe comigo, eu tenho bastante espaço (para os troféus).

No vídeo em que agradeceu a premiação, o craque completou dizendo:

- Para mim é um especial momento. Eu me sinto muito feliz por receber este prêmio. Quero agradecer meus companheiros, meu técnico, meu clube. Foi um ano incrível. Ganhamos muitos troféus coletivamente e também individualmente. Quero agradecer às pessoas que votaram em mim. No ano que vem, façam a mesma coisa.

Na lista, também concorrendo ao prêmio de melhor do mundo pela gala dos Globe Soccer Awards 2017, estavam Messi, Neymar, Buffon, Dybala, Mbappé e Sergio Ramos.

Além do melhor jogador do mundo, também foram premiados o melhor clube, que ficou com o Real Madrid; o melhor técnico, sendo escolhido o Zidane; o Campeonato Espanhol foi escolhido como a melhor liga; e ainda o empresário de CR7 foi lembrado como melhor agente de 2017.

Confira a lista de prêmios do Globe Soccer Awards:
Melhor jogador - Cristiano Ronaldo (Real Madrid)
Melhor técnico - Zinédine Zidane (Real Madrid)
Melhor clube - Real Madrid
Prêmio pela carreira de jogador - Francesco Totti (ex-Roma e Itália)
Melhor técnico de seleção árabe - Héctor Cúper (Egito)
Melhor agente - Jorge Mendes
Prêmio pela carreira de treinador - Marcello Lippi (China e ex-Itália, Juventus, Inter de Milão e e outros)
Executivo de futebol do ano - Vadim Vasilyev (Monaco)
Prêmio pela carreira de jogador - Carles Puyol (ex-Barcelona e Espanha)
Melhor campeonato nacional - Campeonato Espanhol
Melhor seleção árabe - Arábia Saudita
Melhor árbitro - Felix Brych (Alemanha)
Prêmio de negócios do esporte - Ferran Soriano (CEO do Manchester City)