Mesmo sem saber "a real" sobre o seu futuro em 2020, após o período de empréstimo junto ao Flamengo, o atacante Gabriel Barbosa - mais conhecido como Gabigol, foi adicionado ao elenco da Inter de Milão em um dos jogos de futebol mais famoso dos "videogames"; aqui falamos do FIFA 20 - em sua mais recente atualização do jogo, lançada nesta semana.

Ele entrou no game com 81 pontos de overall e com chance de alcançar 89 no modo carreira; o maior potencial dentre todos os atacantes brasileiros do jogo. O ex-camisa 9 rubro-negro está com face genérica, mas é identificado como "Barbosa" na equipe italiana.

Aos 23 anos de idade, Gabigol tem mais potencial que atacantes mais jovens como Gabriel Martinelli (87) - do Arsenal e João Pedro (86) - do Watford ; pelo menos no FIFA 20. Também supera o potencial dos atuais jogadores de seleção brasileira como Roberto Firmino (87) - do Liverpool e Gabriel Jesus (88) - do Manchester City.

Gabigol e sua forma genérica dentro do FIFA 20.
Gabigol e sua forma genérica dentro do FIFA 20.

Em relação ao overall no jogo, Gabigol está atrás apenas de Firmino (87), Gabriel Jesus (82) e William José (82), da Real Sociedad, dentre jogadores da posição "atacante".

Para o modo carreira, Gabigol está avaliado em 26,5 milhões de euros e tem um salário de 70 mil euros por mês. Mesmo contanto no elenco da Inter, o atleta ainda não tem carta no Ultimate Team - modo de jogo mais popular do simulador de futebol da EA Sports.

O atacante não estava no FIFA 20 porque o Flamengo é um dos cinco clubes brasileiros com exclusividade no eFootball PES 2020. Ainda assim, vale lembrar que os outros 15 times da Série A do Brasileirão (temporada 2019) que aparecem no game da EA Sports estão com jogadores genéricos no elenco - a empresa não tem acordo de licenciamento com os jogadores que atuam em nosso país. Caso Gabigol seja nos próximos dias confirmado como "reforço" do Flamengo para 2020, ele deve deixar o elenco da Inter numa eventual atualização.

Vale lembrar que os clubes brasileiros que estarão na fase de grupos da Libertadores 2020 terão seu elencos atualizados conforme a "vida real", ou seja, deixarão de serem genéricos, uma vez que a EA Sports firmou parceria com a Conmebol de forma exclusiva para os seus campeonatos - como a Libertadores e a Sul-Americana.