Mais um que frustra a torcida na questão aposentadoria. Depois de D’Alessandro confirmar que não pensa em parar tão cedo, Leonardo Silva - jogador do Atlético-MG é outro que poderá continuar em 2020 seguindo com sua carreira dentro dos gramados. Com contrato válido apenas até o fim da temporada, o zagueiro do "Galo" garantiu que nada está definido sobre o término da carreira. Aos 40 anos, ele prefere aproveitar a rotina de treinos e jogos e não dar prazo para abandonar os gramados.

"Não, no momento não. Ainda... É claro que, dentro de tudo o que estou fazendo, provavelmente seja no último jogo que irei definir o meu futuro. Mas nada definido. É claro que com um pouco mais de ansiedade, um pouco mais de reflexão sobre tudo aquilo que já fiz, tudo aquilo que já passei. Mas estou vivendo normalmente, vivendo o dia a dia, aproveitando tudo aquilo que faço dentro de campo, curtindo da melhor maneira", declarou o "veterano" em entrevista coletiva na manhã desta última quarta-feira, na Cidade do Galo.

Ídolo no Atlético-MG, Leo Silva atribui o sucesso justamente à maturidade adquirida ao longo de sua carreira. O segredo de continuar jogando num grande clube aos 40 anos? Planejamento.

"Para chegar aos 40, não fiz aos 38. Fiz aos 26, aos 27. Planejei isto: ‘Quero chegar aos 40, quero estender minha carreira, não quero parar aos 32 anos, parar aos 35 anos’. Não coloquei prazo na minha carreira. Por isso eu não gosto muito de ficar falando: ‘Ah, você vai parar aqui, você vai parar quando’. Porque eu não gosto de dar prazo às coisas. Eu gosto de trabalhar para que isso tenha uma sequência", completou.

Titularidade

Titular ao longo da maior parte da trajetória de oito anos de Atlético, o zagueiro virou reserva em 2019. Com as ausências dos titulares Igor Rabello e Réver por suspensão, Leonardo Silva formará a dupla de defesa com Iago Maidana na partida contra o Athletico. As equipes se enfrentam neste domingo, a partir das 16h, no Mineirão, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"É um jogo especial, de muita responsabilidade, coletivamente falando, para que a gente consiga dar o nosso melhor. Eu e o Maidana substituindo o Igor e o Réver... Espero que a gente consiga manter o mesmo padrão para que a equipe se sinta confiante para fazer um grande jogo", finalizou.