Defesa de Paolo Guerrero acredita que ele tenha tomado chá contaminado

No corpo do jogador foi encontrada a benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína.

Por
Compartilhe

Após ser pego no exame antidoping com substância vinda da cocaína e ser suspenso preventivamente pelo período de 30 dias, a Federação Peruana de Futebol e a defesa de Guerrero acreditam que o atacante tenha ingerido um chá contaminado pela substância quando estava com a seleção peruana.

A entidade máxima do futebol local ainda rechaçou nesta terça-feira qualquer possibilidade do jogador ter tomado o chá de coca, uma vez que o próprio atacante revelou que reconheceria o sabor da bebida caso a tivesse tomado por engano.

Paolo Guerrero.Paolo Guerrero.

Em entrevista ao jornal Extra, Bichara Neto, um dos advogados do atacante do Flamengo, informou que Guerrero admitiu ter tomado um chá e que a FPF irá investigar ponto a ponto, todos os detalhes.

“Paolo admitiu que tomou chás. A Federação Peruana de Futebol já está mandando todos os históricos do que o jogador tomou e comeu enquanto estava lá. Vamos investigar ponto a ponto”, revelou Neto.

A principal hipótese para tal contaminação, é que o chá consumido por Guerrero teria sido preparado por uma máquina que anteriormente teria feito o chá de coca, assim contaminando a bebida com a substância proibida.

A defesa do atacante Peruano e do Flamengo já exigiu a contraprova do exame, com isso, a defesa espera que um químico especialista analise todas as substâncias proibidas e permitidas, para que seja apontado o nível da benzoilecgonina encontrada na urina contaminada. Com essa análise, seria possível provar que a contaminação veio de algum chá e não pelo uso da droga.

Em relação ao pedido dos advogados de Guerrero quanto a um novo exame, a FIFA informou que divulgará esta semana ainda quando o laboratório de Colônia, na Alemanha, poderá realizar a contraprova.

Comentários