Extra-campo de Cazares gera desconforto no Atlético-MG

Mesmo estando envolvido em mais uma polêmica fora de campo, o meia continua tendo o apoio do elenco. Clube espera andamento do inquérito.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Mesmo que tenha grande qualidade técnica, o meia Juan Cazares é considerado uma "bomba-relógio" nos bastidores do Atlético-MG. Seu péssimo histórico fora de campo já fez com que o jogador fosse inclusive afastado do elenco, e mais uma vez, seu nome esteve envolvido em uma polêmica fora das quatro linhas: Na última semana, o jogador foi acusado de agredir duas mulheres em sua casa.

Isso agitou o ambiente interno do Galo, que rendeu inclusive um pronunciamento do diretor de futebol do clube, Rui Costa. No pronunciamento, o dirigente alegou que o clube irá esperar os desdobramentos do inquérito para tomar as devidas providências. Entretanto, internamente, a notícia gerou muito incômodo por parte dos dirigentes e isso foi deixado muito claro para o jogador. Os companheiros de elenco também reprovaram a forma como o meia-atacante se expôs. Colegas de elenco se reuniram e também deram uma bronca no equatoriano por conta do caso. Mesmo com o incidente adicionado a uma longa lista de confusões, o atleta de 27 anos terá mais uma oportunidade na equipe.

mmm

Mesmo com tudo isso, o jogador deve ser titular diante do Internacional, neste domingo, às 11h, no estádio Independência, em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Vale lembrar que Cazares chegou a ter o seu nome vinculado em uma possível negociação com o Grêmio, que de acordo com a imprensa gaúcha, chegou a oferecer uma proposta oficial ao equatoriano, mas que foi recusada pelo Atlético-MG, que considerou os valores apresentados baixos. Cazares tem contrato com o Galo até o fim de 2020.

Mais sobre: galo atletico-mg cazares
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal