Nesta quarta-feira, o Beijing Guoan, da China, anunciou a renovação de contrato do meia Renato Augusto, por mais quatro anos - o contrato que vencia no fim de 2018, foi renovado até dezembro de 2022, frustrando assim a tentativa do Flamengo em repatriar seu ex-jogador para a próxima temporada.

O ex-jogador de Flamengo, Bayern Leverkusen e Corinthians, foi contratado pelo clube chinês em janeiro de 2016 junto ao timão - na época ele custou aos cofres do Beijing Guoan, 8 milhões de euros.

Em uma nota publicada pelo clube, o mesmo exaltou o meia brasileiro.

"Como comandante do meio-campo da equipe, Renato é o organizador dos deveres ofensivos do time. Até agora, ele fez cinco partidas na liga chinesa e mais seis na Copa da China, marcando um total de 10 gols".

Renato Augusto também celebrou sua renovação de contrato no site oficial do Guoan, onde o meia declarou que este é um novo começo para ele em Pequim.

"Tenho muito prazer em jogar aqui. E este novo conceito de desenvolvimento e gestão me deu confiança em meu futuro na China. Por esse motivo decidi assinar um compromisso mais longo com o time. Para mim, esse é um novo começo em Pequim, essa cidade linda, e vou seguir lutando com a equipe".

Com o novo contrato, o meia deverá receber um aumento em seus ganhos mensais, que são atualmente de R$ 2 milhões.