Diego Alves que foi revelado pelo Atlético Mineiro, passou pelo Almería, agora parece ter perdido espaço no Valencia e não será utilizado na próxima temporada pelo clube europeu. Com isso ele vê com bons olhos o seu retorno aos gramados brasileiros, até porque segundo o próprio goleiro, aqui no Brasil ele terá mais chances de convencer o treinador da Seleção Brasileira a levá-lo em uma das vagas na posição para a Copa do Mundo de 2018.

Após quase desistir da negociação por achar muito alto os valores pedidos pelo goleiro, o departamento de futebol do Flamengo está estudando uma medida financeira para reforçar o seu elenco, encurtanto a distância entre Diego Alves e Flamengo. O departamento de futebol já recebeu a concordância do Conselho Diretor para tratar da negociação. Diego está com 32 anos de idade. 

Um dos principais motivos desta nova renegociação é a aceitação por parte de Diego em reduzir a sua pedida salarial e para que a mesma fique dentro dos padrões mais reais do futebol brasileiro (em torno de R$ 700 mil mês, divididos em R$ 500 mil de salário + R$ 200 mil de luvas).

 Ainda em férias, Diego se reapresenta na próxima semana ao seu atual clube, que voltará às atividades, o atleta está no Brasil mantendo a sua forma física em Ribeirão Preto com seu preparador de goleiros particular.

A negociação entre Fla e Valencia, de início, será em forma de empréstimo até o final de 2018, uma vez que Diego tem contrato com o clube espanhol até julho de 2019.

Se tudo der certo na tal negociação, o Flamengo poderá se tornar o clube mais valioso do Brasil, segundo informações do site Transfermarkt; atualmente o Flamengo é o 5º elenco mais valioso do brasileirão, ficando atrás de São Paulo, Palmeiras, Cruzeiro e Atlético Mineiro.