Manoel segue com seu futuro indefinido no Timão e tem sondagens de outros clubes do país

Em entrevista a um site esportivo brasileiro, Neco Cirne – empresário de Manoel comentou a respeito do futuro do jogador, onde revelou que o zagueiro possui várias sondagens de outras equipes do país.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Emprestado pelo Cruzeiro ao Corinthians até o final desta temporada, Manoel segue com seu futuro indefinido para 2020. Mesmo mostrando interesse em permanecer no Parque São Jorge, a direção do clube paulista não demonstrou até o momento o interesse em contar com o defensor e, portanto não sinalizou qualquer interesse de compra.

Em entrevista a um site esportivo brasileiro, Neco Cirne - empresário de Manoel comentou a respeito do futuro do jogador, onde revelou que o zagueiro possui várias sondagens de outras equipes do país.

"Tanto Duílio (diretor do Corinthians), como Vilson (gerente de futebol), sempre me falam coisas boas a respeito do Manoel. Ainda não tivemos qualquer tipo de conversa sobre o contrato dele. O Manoel tem vínculo com o Cruzeiro, mas o desejo dele é permanecer aqui no Parque São Jorge. É um lugar onde ele se sente bem e tem se desenvolvido bastante", revelou Cirne.

Manoel - zagueiro do Corinthians, mas que pertence ao Cruzeiro.

Manoel que é titular de Fábio Carille desde o Campeonato Estadual, quando se firmou no time, hoje faz dupla com o recém chegado Gil. Pelo Corinthians o defensor até aqui já defendeu o time em 31 partidas e marcou três gols.

"Recebi consultas de outros clubes. Semana passada, por exemplo, o Manoel foi procurado por uma equipe do Rio de Janeiro. Ainda não dá para definir nada, vamos esperar até o final do ano. O normal seria ele voltar ao Cruzeiro e cumprir seu contrato, no entanto, ele deseja permanecer no Corinthians", completou seu empresário.

Contratado pelo Cruzeiro em 2014, hoje ele é considerado um jogador acima dos parâmetros do clube, muito pelo seu alto custo - Manoel possui um salário considerado alto para um zagueiro do futebol brasileiro - mas vale lembrar que seu salário atual é muito pelo que apresentou pelo Athletico naquela temporada.

Atualmente os direitos federativos do zagueiro em questão estão divididos da seguinte maneira: 40% pertencem ao Cruzeiro, 40% ao Athletico e 20% a um grupo de empresários que cuida da carreira do atleta.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal