Último vencedor da Bola de Ouro pelo Brasil, em 2007, após fazer sucesso nos campos italianos vestindo a camisa do Milan, Kaká esteve bem próximo de ir para a Premier League e vestir a camisa do Manchester City. Isso foi em 2009 e na ocasião, Kaká não aceitou a proposta - que era muito boa, porém o jogador tinha um sonho de vestir a camisa do Real Madrid.

Isso tudo foi revelado em uma entrevista à revista "Four Four Two", onde o ex-craque da Seleção Brasileira contou detalhes da negociação na época, afirmando que a proposta era bastante alta - em torno dos 100 milhões de libras:

"Pensei muito, mas cheguei à conclusão de que aquele não era o momento certo para dar esse passo. Ia trocar um dos maiores clubes europeus e do mundo, por um projeto incerto? Na época o plantel do Manchester City não era igual ao de hoje e aquilo não me convenceu", declarou o jogador.

Vale lembrar que em 2009, os principais jogadorer do City eram Robinho e Tevez. Robinho foi contratado junto ao Santos por 32,5 milhões de libras, algo em torno de R$ 134,2 milhões - na atual cotação. O brasileiro foi o primeiro jogador contratado pelo Abu Dhabi Sports Group - investidor do Manchester City desde 2008.

Com a decisão, Kaká partiu para a Espanha e foi jogar no Real Madrid, mas por lá nunca chegou a se firmar com titular absoluto; o jogador sofreu com muitas lesões. Após quatro anos no clube espanhol, o brasileiro retornou ao Milan e foi emprestado ao São Paulo - onde tudo começou, até chegar ao Orlando City. Kaká está em sua terceira temporada no clube norte-americano.