Sem a intenção de renovar o contrato com Gianluigi Buffon ao final da temporada, o veterano goleiro italiano do PSG poderá enfim pendurar as suas luvas. Ainda segundo o jornal alemão "Bild", o Paris Saint-Germain deverá promover a volta de Kevin Trapp, que foi emprestado ao Eintracht Frankfurt durante a atual temporada, não ficará com Buffon para o novo "ano" como havia sido ventilado nos últimos dias.

Pelo clube francês, Buffon que não terá seu vínculo renovado aos 41 anos, disputou apenas 23 partidas, por onde tomou 21 gols - ficando, porém, nove partidas sem sofrer gols. Por outro lado, Trapp que atuou na temporada em 42 partidas pelo clube alemão, sofreu 53 gols, conseguindo ficar 12 jogos sem buscar a bola no fundo das redes.

Voltando a Buffon, o goleiro que muito provavelmente deverá pendurar as suas luvas a partir de julho, não ficará sem emprego e também longe do futebol, uma vez que ele é cotado para assumir um cargo na direção da Juventus - onde é ídolo da torcida e por onde fez grande parte de sua carreira.

Buffon que jamais conquistou uma Champions League; conseguiu levantar o caneco de Campeão do Mundo com a seleção italiana, em 2006, na Copa da África.

Em sua carreira, o arqueiro defendeu apenas três times: o Parma - entre os anos de 1995 a 2001; a Juventus - entre os anos de 2001 a 2018 e o Paris Saint-Germain - na atual temporada. Pelo Parma, Buffon disputou 220 partidas, já pela Juventus e pelo Paris Saint-Germain ele disputou 656 e 23 partidas, respectivamente.