Após estrear pelo Avaí, Douglas tem lesão confirmada e deve ficar de fora por dois meses

Com estiramento de grau dois na coxa esquerda, Douglas deve ficar de fora dos gramados por cerca de dois meses. Sendo assim, so deve ficar à disposição do clube no início do campeonato brasileiro.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Após fazer sua primeira partida com a camisa do Avaí, no último domingo, o meia douglas já virou preocupação para o técnico Geninho. Após esticar a perna durante sua estreia, o meia sentiu a coxa esquerda, e em exames de imagem realizados nesta quinta-feira, confirmou-se um estiramento de grau dois.

Segundo o departamento médico do clube catarinense, o tempo de recuperação de Douglas é de seis a oito semanas. Vale lembrar que, antes de estrear pelo Avaí, o jogador já ficou cerca de três semanas trabalhando para aprimorar a parte física, e exigiu muito cuidado dos fisiologistas do clube, mas mesmo assim, Douglas se lesionou. Sendo assim, o jogador deve estar de volta aos gramados para readaptação física apenas me meados de maio, entre a sexta e a oitava rodada do campeonato brasileiro.

Douglas chegou ao Avaí no início deste ano.
Douglas chegou ao Avaí no início deste ano.

Douglas chegou ao Avaí em busca de sequência. Após a sua lesão no ligamento de um dos joelhos, em 2017, o jogador nunca mais foi o mesmo. Além de não conseguir acabar com o problema sem nenhuma sequela, outras lesões aconteceram, incluindo musculares, e o impediram de ter ritmo de jogo. Sendo assim, passou o ano de 2018 figurando entre os reservas, e atuando em partidas menos importantes do clube.

Com isso, o jogador não teve seu contrato renovado no final do ano passado, e cerca de um mês depois, acertou com o Avaí. Até agora, o jogador atuou apenas por 17 minutos, e o que era para ser uma grande contratação, acaba se tornando um problema para o clube catarinense. Douglas tem 37 anos, e já teve passagens por Corinthians, Grêmio e Vasco da Gama, além de clubes do exterior.

Mais sobre: douglas avai
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários