Lewandowski fala mal do clube e diretor rebate as críticas

As últimas manifestações do atacante polonês deixaram o clima quente no clube.

Por
Compartilhe

As declarações de Robert Lewandowski em relação às contratações na última janela de transferência deixaram o diretor de futebol do Bayern de Munique Karl-Heinz Rummenigge irritado.

Karl Rummenigge - Diretor do Bayern de Munique.Karl Rummenigge - Diretor do Bayern de Munique.

De acordo com sua entrevista ao diário “Bild”, da Alemanha, o diretor de futebol dos bávaros detonou a postura do atacante diante da imprensa e ainda declarou qual seria o motivo “real” para o jogador se portar desta forma – Lewandowski deseja se transferir para o Real Madrid, da Espanha.

Robert Lewandoeski - Bayern de MuniqueRobert Lewandoeski - Bayern de Munique

Para o atacante polonês, o clube alemão deveria ter aproveitado mais a janela de transferência para reforçar o elenco com nomes de peso. Enquanto isso, Rummenigge acredita que as manifestações do jogador foram motivadas por seu empresário, uma vez que Lewandowski não possui nenhuma cláusula de liberação em seu contrato - que só termina em 2021.

Na entrevista concedida ao diário alemão, o diretor de futebol do Bayern de Munique lamentou as palavras do jogador e revelou que não foi a primeira vez que ele falou mal do clube:

“Sinto pelas palavras dele, não é a primeira vez que ele fala mal do clube e eu sei quem está por trás. Seu empresário está por trás destas declarações. Na minha visão, nenhum jogador tem esse poder todo. O contrato do Lewandowski termina em 2021 e até lá, para ele infelizmente, não tem nenhuma cláusula que possa o liberar antes disso”, declarou o diretor dando a entender que o desejo do atleta é deixar o clube.

“Não sei como pode se queixar da nossa pré-temporada na Ásia, equipes dos sonhos também passam por lá, o Real Madrid passou 24 dias no último verão no calor, o dobro que nós”.

O Bayern de Munique não vive um bom momento, o time sofreu sua primeira derrota na Bundesliga no último final de semana, quando foi derrotado pelo Hoffenheim pelo placar de 2 a 0. Tal derrota ainda sugeriu que o treinador Carlo Ancelotti também estaria de saída.

Comentários