Seedorf encerrou sua carreira vitoriosa jogando duas temporadas pelo Botafogo do Rio de Janeiro. O meia holandês fez gols lindos, comandou o time enquanto esteve por aqui e ficou com seu nome marcado na história do clube. Agora, no entanto, Seedorf cobra na justiça um valor de quase R$ 4 milhões de reais pendentes com o Bota. Os valores incluem uma parcela de direitos de imagem (R$ 1.378.030,50) não pagos ao jogador.

Além dos direitos de imagem, o jogador alega que o clube não descontou nos salários os impostos necessários, o que fez com que Seedorf tivesse de pagar o equivalente a R$ 2.226.649,27 para a justiça italiana. Por conta disso, além desta quantia, Clarence pede uma compensação por danos morais no valor de R$ 364.966,33 pelo inconveniente.

A notícia é do Globoesporte.com, que segundo apurou junto ao vice-presidente do Botafogo, senhor Domingos Fleury, o clube não foi notificado oficialmente mas já está ciente da questão. Para ele "provavelmente é mais um ato de improbidade praticado pela presidência anterior do Botafogo". Ele completou dizendo: "Não tenho a menor dúvida de que é algo que deveria ter sido pago e não o foi".

No Brasil, Seedorf chegou ao Botafogo em 30 de junho de 2012, participou de 81 partidas e marcou 24 gols. Ele levou o Fogão aos títulos da Taça Rio, Taça Guanabara e Campeonato Carioca de 2013.