Bolt recusa proposta de clube australiano; o atleta pede R$ 11 milhões

Em nota, o clube afirmou que apresentou uma proposta a Bolt e mesmo com a recusa, as negociações seguem em curso.

Por Minha Torcida
Compartilhe

De acordo com reportagem do jornal australiano "Daily Telegraph Australia", o ex-velocista Usain Bolt pediu ao Central Coast Mariners, cerca de R$ 11 milhões para assinar contrato com o clube de futebol.

Mesmo com o sonho de se tornar jogador de futebol, Bolt não deixa de lado o lado financeiro, e o ex-velocista pensando em seu futuro recusou a primeira proposta do seu atual clube, onde segundo o diário australiano, o mesmo recusou o contrato por divergências de valores contratuais. O ex-recordista das pistas atléticas deseja assinar um contrato no valor de R$ 11 milhões, conforme já declaramos no início da matéria.

Usain Bolt - em seu atual clube.
Usain Bolt - em seu atual clube. O atleta recusou a primeira proposta oferecida pelo clube australiano.

Em nota, o clube afirmou que apresentou uma proposta a Bolt e mesmo com a recusa, as negociações seguem em curso.

"O Central Coast Mariners confirma que uma oferta de contrato foi feita a Usain Bolt, mas o mesmo recusou a primeira proposta. As negociações permanecem em curso com o atleta e seu representante - Rick Simms em relação ao seu futuro no futebol", diz o comunicado oficial.

De acordo com o "Daily Telegraph Australia", o clube local ofereceu um contrato com valores entre US$ 533 mil a US$ 2,7 milhões; já Bolt e seu agente querem um contrato de US$ 3 milhões, ou seja, algo em torno de R$ 11 milhões.

A imprensa local divulgou no inicio desta semana que o treinador do clube não deseja contar com o ex-velocista em definitivo, porém, os dirigentes do time australiano estão avaliando sua contratação pelo lado comercial. Os mesmos seguem em busca de patrocinadores externos para firmarem acordo com Bolt.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal