Douglas Costa é 'persona non grata' no Bayern de Munique

Mostrando muito mágoa com o brasileiro, o presidente do Bayern de Munique o chama de "mercenário".

Por
Compartilhe

Douglas Costa foi contratado pela Juventus na temporada passada e parece não ter deixado portas abertas para uma possível volta ao Bayern de Munique. Em entrevista ao jornal alemão “Frankenpost”, Uli Hoeness, presidente do Bayern criticou a postura do meia-atacante, segundo ele, Douglas teria pressionado os dirigentes alemães para ter um aumento de salário.

Uli Hoeness - Presidente do Bayern de Munique.Uli Hoeness - Presidente do Bayern de Munique.

Leia também:

Para Hoeness, o meia brasileiro não teve consideração com o clube, colocando a situação financeira na frente de qualquer coisa:

“Douglas Costa é um mercenário e nós não gostamos disso. Se alguém pensa que o Bayern pode ser pressionado para conseguir altos contratos, esse alguém não nos conhece. Essa atitude é uma tentativa desesperada de dizer que quer mais dinheiro – pode tentar isso dez ou mil vezes que não vai conseguir, não vai mudar nada”.

Após ser contratado junto ao Shakhtar Donetsk, em 2015, Douglas fez duas temporadas completas pelo clube da Baviera, jogou 77 vezes e marcou 14 gols – no fim da temporada 2016/2017 foi negociado com a Juventus.

Comentários