Para Lothar Mattäus, seis jogadores estão na disputa do The Best, da FIFA

Um dos participantes do painel que apontou os 10 indicados ao prêmio deste ano, Mattäus indica que a hegemonia de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi pode estar acabando.

Por
Compartilhe

Um dos maiores jogadores da história do futebol mundial coloca no mínimo seis jogadores na disputa pelo prêmio de melhor jogador dado pela FIFA – falo de Lothar Mattäus – o único jogador alemão na história a receber essa honraria.

Lothar Matthäus - ex-craque alemão.Lothar Matthäus - ex-craque alemão.

Um dos participantes do painel que apontou os 10 indicados ao prêmio deste ano, Mattäus indica que a hegemonia de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi pode estar acabando, onde ele ainda acredita que as indicações Mbappé, Hazard, Griezmann e Modric foram impulsionados pela Copa do Mundo.

“Sem apresentarem muita coisa na Copa do Mundo, acredito que a escolha deste ano será muito diferente das últimas – isso falando em Lionel Messi e Cristiano Ronaldo. Messi não fez uma boa Champions League, já Ronaldo, não fez um bom Campeonato Espanhol. Na Copa, outros jogadores brilharam. Hazard, pela Bélgica, Mbappé e Griezmann, pela França e Modric, escolhido o melhor da competição. Acredito que esses seis jogadores estão na disputa – está tudo em aberto. Obviamente que Messi e Ronaldo ainda têm nome, mas repito, eles não fizeram uma boa Copa”, declarou o ex-craque alemão ao site do “globoesporte.com”.

Vale ressaltar que além dos seis nomes já citados por Matthäus, estão também na disputa o belga De Bruyne, o inglês Harry Kane, o egípcio Salah e o francês Varane. Neymar ficou de fora do “Top 10” pela primeira vez desde que chegou ao futebol europeu e em relação ao atacante brasileiro, o ex-jogador em questão também deu seu depoimento.

“Neymar não mereceu estar na disputa do prêmio. Primeiro, ele ficou muito tempo machucado, depois, ele não fez nada no Paris Saint-Germain, nada de excelente, ele fez 20 gols, ok, mas só isso. Ainda mais da maneira que ele agiu durante a Copa do Mundo, em várias partidas, não dá muita simpatia a ele. Outros jogadores, especialmente na Copa do Mundo, jogaram muito mais do que ele e em alto nível”, destacou o alemão.

Para complementar, ele destacou dizendo que esperava bem mais de Neymar na Copa do Mundo.

“Esperava mais dele, ele é um dos melhores jogadores do mundo; é talentoso, é rápido – podia ter feito a diferença. Mas ficou quatro, cinco meses parado antes da competição, e isso é uma desvantagem para o jogador. Quatro ou cinco meses sem jogar, é difícil se recuperar durante a Copa. Por esse motivo ele jogou abaixo dos 10 melhores”, encerrou o ex-craque alemão.

A divulgação do vencedor do prêmio “The Best” da FIFA será anunciado no próximo dia 24 de agosto, na festa de gala da entidade máxima do futebol, em Londres, na Inglaterra.

Comentários