Após 47 partidas e dois gols, o zagueiro Paulão não é mais jogador do Vasco da Gama. O comunicado foi feito pelo próprio clube carioca, que informou que o jogador solicitou sua rescisão de contrato, com a mesma sendo atendida. Com isso, Paulão não viaja com o "Cruz-Maltino" para o Equador.

Com partida contra a LDU, nesta próxima quarta-feira pela Copa Sul-Americana, o Vasco da Gama não poderá contar com um de seus zagueiros que pediu sua saída imediata do clube - visto ter negócio com outro.

"Paulão pediu a rescisão de seu contrato com o Vasco da Gama. O clube aceitou o pedido e liberou o atleta da viagem a Quito para que os trâmites burocráticos sejam concluídos", diz a assessoria de imprensa do clube carioca.

Pouco utilizado pelo técnico Jorginho, o zagueiro mesmo inscrito na competição sul-americana não estava satisfeito com sua situação no time - sendo ele um dos jogadores mais criticados pela torcida. Na última partida do Vasco contra o Grêmio, neste último domingo, pelo Campeonato Brasileiro, Paulão entre vai e vem na saída do túnel de São Januário era muito vaiado por alguns torcedores vascaínos.

Paulão que tinha contrato com o clube carioca até o fim de 2019 é originalmente jogador do Sport Clube Internacional, onde tem contrato até 2020. O Vasco pagava ao zagueiro cerca de R$ 250 mil.

O clube ao qual Paulão se referiu estar negociando sua ida, não foi divulgado por seus representantes e nem pela direção colorada, que deverá receber o zagueiro de volta em quanto procura um novo time para ele.