Em fim de contrato, Bernard se despede do Shakhtar Donetsk

Pelo clube ucraniano, Bernard conquistou nove títulos – entre campeonato nacional e copas.

Por
Compartilhe

Atacante Bernard que estará livre de seu contrato com o Shakhtar Donetsk a partir do dia 30 de junho, se despediu de seus companheiros e de sua “ex-torcida” nesta última quarta-feira. Depois de cinco anos atuando no futebol ucraniano, o ex-atacante da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014, optou por não renovar seu contrato com o time da Ucrânia e, portanto já está livre para assinar com qualquer outro clube.

Bernard estará livre de seu vínculo com o Shakhtar no final do mês, jogador deverá permanecer atuando na Europa.Bernard estará livre de seu vínculo com o Shakhtar no final do mês, jogador deverá permanecer atuando na Europa.

Em uma declaração de despedida curta no site oficial do Shakhtar, Bernard dividiu sua vida no clube em duas partes.

“Meu período no Shakhtar Donetsk pode ser dividido em duas partes: meus três primeiros anos no clube se mostraram muito complicados, mas as duas últimas temporadas acabaram sendo muito alegres e felizes. Durante esse período, cresci e me desenvolvi, fiquei satisfeito com os resultados que a equipe obteve. Quero aqui aproveitar para agradecer aos jogadores, a diretoria, a equipe técnica, aos funcionários e a torcida do Shakhtar pelos cinco anos que passamos juntos. Não importa quão longe eu esteja, sempre torcerei pela equipe. Um abraço a todos”, declarou o meia.

Pelo clube ucraniano, Bernard conquistou nove títulos – entre campeonato nacional e copas.

Pelo critério imposto pela FIFA, Bernard mesmo ainda tendo vínculo com o clube até o final deste mês, já está livre para assinar contrato com qualquer outro clube do mundo. Atualmente o jogador curte férias no Brasil, em quanto aguarda por algumas propostas.

As chances de o jogador permanecer no futebol europeu são muito grandes, uma vez que vários clubes do “velho continente” já andaram sondando os empresários de Bernard, mas não está descartada a chance dele voltar ao futebol brasileiro.

Comentários