Cicinho se despede dos gramados em pronunciamento no Morumbi

Acompanharam a despedida do jogador, o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva e Lugano – ex-companheiro do agora ex-lateral.

Por
Compartilhe

Cicinho da adeus ao futebol – o agora ex-lateral-direito comunicou nesta manhã de terça-feira em entrevista no estádio Morumbi, a sua aposentadoria dos gramados. Após rescindir com o Brasiliense, na última semana, o lateral foi até o São Paulo para utilizar as dependências do clube para anunciar a sua decisão sobre o seu futuro – prontamente a direção Tricolor aceitou o seu pedido, até mesmo fazendo uma espécie de mistério em um vídeo divulgado na internet, com a famosa música da caixa postal do jogador, para viralizar na rede.

Aos 37 anos, Cicinho em seu último pronunciamento como jogador de futebol agradeceu ao São Paulo por ter aceitado seu pedido, declarando ainda que estava tranquilo quanto a sua decisão.

Cicinho se despede do futebol e recebe homenagem do São Paulo.Cicinho se despede do futebol e recebe homenagem do São Paulo.

“Estou aqui para anunciar o meu futuro. E nada melhor, nesse momento tão importante, do que ser realizado em um lugar que me deu direção para o futebol. Estou aqui para falar do meu encerramento de carreira no futebol, devido a problemas no joelho. Voltei a jogar no Brasiliense não por dinheiro, mas por um sonho de voltar a jogar em alto nível. Estou aqui para anunciar a minha aposentadoria. Agradeço ao São Paulo onde comecei, por essa oportunidade. Eu me sinto realizado. Estou feliz, tranquilo por essa decisão, tomada em comum acordo. Esse problema de cartilagem, edema ósseo vem me acompanhando há um ano. Para continuar jogando, precisaria de uma cirurgia mais agressiva, que me tiraria dos gramados por mais seis meses. Tive o privilégio de fazer gols contra o Palmeiras, fiz gol de esquerda. No segundo jogo das oitavas de final da Libertadores de 2005 fiz um gol no final da partida, que foi o gol de número 10 mil da história da Libertadores; fiz em outro clássico também. Sempre houve uma rivalidade com o Palmeiras e eu pude contribuir da melhor maneira possível. Levo somente lembranças boas”, finalizou o agora ex-lateral direito, Cicinho.

Em reconhecimento por tudo que contribuiu no clube, o São Paulo deu de presente ao ex-jogador uma camisa 2 enquadrada com uma placa – além da camisa, também foi apresentado um vídeo com mensagens de ex-companheiros de Cicinho.

Comentários