Alexandre Pato sonha em jogar a Copa do Mundo e voltar ao mercado

"A Copa está logo aí, faltam poucos meses. Mas sabe como é, nada é impossível. Basta você fazer por merecer".

Por
Compartilhe

Sendo a celebridade brasileira mais influente na China, Alexandre Pato não esconde o desejo de poder retornar ao futebol brasileiro ou europeu, sonhando ainda com uma possível convocação para a Copa do Mundo.

Alexandre Pato deseja voltar ao futebol europeu ou brasileiro e sonha com a Copa do Mundo.Alexandre Pato deseja voltar ao futebol europeu ou brasileiro e sonha com a Copa do Mundo.

Muito bem adaptado ao país, Pato virou celebridade na China e curte o momento, mas não esconde o desejo de poder retornar ao Brasil ou quem sabe para a Europa. Na briga pelo Campeonato Chinês com o Tianjin Quanjian, Pato que vive seu primeiro ano no futebol local, onde já marcou 15 gols em 24 partidas, é também considerado um dos principais atletas na conquista pela vaga a Liga dos Campeões da Ásia.

Mesmo vivendo uma boa fase, seu futuro está em aberto – com contrato válido até o fim de 2019, com o time chinês, Pato não pretende ficar muito tempo em solo asiático e sonha em poder voltar a Europa ou ao futebol brasileiro e mais, ainda acredita que poderá disputar a Copa do Mundo, na Rússia.

Em entrevista ao globoesporte.com, Pato declarou que está feliz na China, mesmo sendo um novo desafio em sua carreira, sente-se adaptado a cultura do país.

Mas na hora em que foi perguntado se pretende ficar mais tempo na China, Alexandre Pato declarou que mesmo pretendendo cumprir o contrato, é difícil prever o futuro.

“O futuro é muito difícil de prever, ainda mais no futebol, onde as coisas andam tão rapidamente. Tenho o objetivo de cumprir com meu contrato. Tenho ajudado a equipe, e este ano será muito diferente do último. Estou bem, mas no futebol nunca se sabe. Dentro de poucos meses o mercado se abre novamente e quem sabe surja uma proposta para sair; nunca se sabe. A cada seis meses você pode ter uma mudança, porque o futebol é uma loucura. Estou bem aqui, mas não descarto uma volta ao futebol europeu ou brasileiro; futebol de alto nível”. Declarou o atacante do Tianjin Quanjian.

Comentários