Aranha entra com ação na justiça contra a Ponte Preta

Além de Aranha, os laterais Fernandinho e João Lucas, o zagueiro Fábio Ferreira e os volantes Jean Patrick e Naldo também acionaram a Ponte Preta na jusitça.

Por
Compartilhe

O que a Ponte Preta temia, aconteceu – Aranha acionou o clube na justiça cobrando R$ 5 milhões após sua rescisão de contrato. O arqueiro se junto a outros ex-colegas de clube que cobram algum valor da “Macaca” junto à justiça.

Aranha está sem clube desde a última quinta-feira - jogador aguarda rescisão para buscar um novo time em 2018.Aranha está sem clube desde a última quinta-feira - jogador aguarda rescisão para buscar um novo time em 2018.

Orientado pelo advogado João Henrique Chiminazzo, o ex-goleiro do time de Campinas – interior de São Paulo, entrou na justiça cobrando direitos de imagem, luvas atrasada e salários que teria direito a receber até o fim de seu contrato, que encerraria em dezembro de 2019. Tais informações foram confirmadas pelo “Yahoo Esporte e Globoesporte.com”.

Em entrevista, o advogado de Aranha confirmou as informações acima relatadas, onde o Chiminazzo destaca dizendo: “As informações procedem, sim. Essa ação se refere a salários, luvas e direito de imagem atrasados e mais o que ele teria direito a receber até o fim de seu contrato, em dezembro de 2019”.

Entenda o caso:

Aranha foi dispensado pela direção da Ponte Preta na última quinta-feira através de uma rescisão unilateral – o clube na ocasião alegou que não teria mais condições de arcar com o contrato firmado com o goleiro.

Aranha informou após a sua dispensa da “Macaca” que irá continuar sua carreira e que agora aguarda a rescisão de contrato para busca um novo clube para atuar na atual temporada. Com 37 anos, o goleiro já passou por clubes como Atlético-MG, Santos, Joinville, Palmeiras e a própria Ponte Preta.

Comentários