Última ação; advogados de Guerrero acionam o CAS para anular pena

Ação movida pelos defensores de Paolo Guerrero junto ao CAS deverá ser julgada somente no final de fevereiro.

Por
Compartilhe

Pego no exame antidoping em outubro do ano passado, Guerrero foi suspenso pelo prazo de um ano, que posteriormente foi reduzido há seis meses pelo “Tribunal de Apelação da FIFA”, em dezembro. Agora os advogados do atacante peruano irão apelar a “Corte Arbitral do Esporte” na tentativa de anular por total a punição.

Guerrero está suspenso pelo uso da substância benzoilecgonina, metabólico da cocaína. Fonte: esporte.ig.Guerrero está suspenso pelo uso da substância benzoilecgonina, metabólico da cocaína. Fonte: esporte.ig.

Os defensores de Guerrero conseguiram somente nesta última segunda-feira enviar a documentação necessária ao CAS para continuar com a apelação do caso; a data da audiência ainda não foi estipulada, mas o julgamento da ação deverá ocorrer no final do próximo mês, ou seja, final de fevereiro, quando o caso será julgado em “última instância”- doping na partida da seleção peruana contra a Argentina, em outubro de 2017, em partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia.

Para representar o atleta na “Suiça”, foi contratado o advogado espanhol Juan de Dios Crespo, o mesmo que defendeu Lionel Messi da punição durante as Eliminatórias para a Copa – além do advogado espanhol, Guerrero conta com os serviços de Bichara Neto e Marcos Motta.

Se não conseguir êxito em sua ação no CAS, Paolo Guerrero retornará aos gramados em maio, quando poderá voltar a defender o Flamengo e ainda assim terá prazo para se preparar junto à seleção peruana para os jogos da Rússia, em junho deste ano.

Mais sobre: paolo-guerrero cas doping
Comentários