Abel Braga está de volta ao Beira-Rio! O velho conhecido da torcida colorada está de volta ao clube pelo qual teve sua maior projeção na carreira. O Inter fez o anúncio oficial no final da manhã desta terça-feira, pouco menos de 24 horas depois de Eduardo Coudet abandonar o clube rumo ao futebol espanhol.

Diferentemente do que ele fez com o Racing da Argentina, onde deixou o clube somente após o final da temporada, Coudet no Inter não agiu da mesma forma e abandou o time brasileiro em meio a competição.

Mas vamos voltar ao presente, e o presente do Clube do Povo é Abel Braga, aquele que sem dúvida alguma deu a maior alegria aos torcedores colorados - o título do Mundial de Clubes da FIFA, em 2006 e de quebra a primeira Libertadores da história do clube, no mesmo ano.

Chegada de Abel Braga e assinatura de contrato

Abel Braga chegou a Porto Alegre às 11h da manhã e partiu diretamente para o Beira-Rio, onde assinou contrato até fevereiro de 2021, com a renovação automática até dezembro de 2022 em caso de conquista de um título nesta temporada. Com ele também chegam um auxiliar técnico e um analista de desempenho: Leomir de Souza e Alex Costa, respectivamente.

Além desses, também trabalhará com a comissão técnica de Abel Braga o preparador físico - Cristiano Nunes e o preparador de goleiros - Daniel Pavan, que já integravam o grupo do treinador argentino.

O novo treinador já comandará o treino do time principal do Inter nesta tarde, às 17h, no CT Parque Gigante, onde o colorado se prepara para o primeiro duelo contra o América-MG, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O clube busca na tarde de terça-feira conseguir registrar seu novo comandante técnico no Boletim Informativo Diário da CBF, o BID; desta forma ele poderá estar a beira do gramado contra o "Coelho" já nesta quarta-feira, às 21h30, no Beira Rio.

Sétima passagem pelo Inter

Essa será a sétima passagem de "Abelão" pelo Colorado, onde a primeira vez se deu entre os anos de 1988 a 1989. A segunda, em 1991 e posterior a essa, em 1995. Depois dessas, retornou somente em 2006, quando daí sim, brilhou pelo time gaúcho, com as conquistas da Libertadores e do Campeonato Mundial daquele ano, saindo em 2007 e retornando mais uma vez em 2014, quando não conseguiu os mesmos resultados.