Ele está de volta! Sim, após mais de um ano ausente dos gramados, Rodrigo Dourado - volante colorado, pode finalmente voltar a vestir a camisa do Inter em uma partida oficial. O jogador entrou na etapa complementar da vitória do time gaúcho sobre o Sport, por 5 a 3, na Ilha do Retiro.

Depois de sofrer com graves lesões no joelho esquerdo que o tirou dos gramados por mais de 12 meses, aonde chegou a pensar que não voltaria mais a jogar futebol, Rodrigo Dourado aos 23 minutos do segundo tempo entrou no lugar de Rodrigo Lindoso, onde ali, acabava o martírio de duas cirurgias no joelho lesionado e um ano e três meses sem entrar em campo.

Volta aos gramados

Ao entrar em campo, ele recebeu das mãos de Lindoso a braçadeira de capitão do time que pertencia nesta partida a Edenilson - condição essa que tinha antes de sua longa parada por conta de sua lesão.

Rodrigo Dourado em seu retorno ao futebol após longo período parado por lesão - imagem: Uol.com.br
Rodrigo Dourado em seu retorno ao futebol após longo período parado por lesão - imagem: Uol.com.br

Logo após o apito final, em entrevista aos repórteres presentes no confronto diante do Sport, Dourado disse estar muito feliz por poder retornar.

"Estou muito feliz. Só eu e as pessoas próximas sabemos o que eu passei e sofri. Passou muita coisa pela cabeça. Até pensei que não poderia mais voltar a jogar bola", destacou ele.

Para completar, ele disse que tem que agradecer ao grupo que o acolheu e quem o ajudou a retomar a sua carreira.

"Só agradecer a quem me ajudou a retomar a carreira. Ao grupo que me acolheu e apoiou. Um resultado importante para nós e agradecer a Deus. Sem ele, não estaria aqui", finalizou o volante colorado.

O Inter com a vitória sobre o Sport, fora de casa, chegou aos 31 pontos e se igualou ao Atlético-MG, perdendo para esse nos critérios de desempate na liderança do Brasileirão - o Colorado tem uma partida a mais que o time mineiro. Na próxima rodada do final de semana, o Inter encarar o Vasco, no Beira-Rio, às 18h15, no domingo.