Sem acordo e sem venda! Essa é a situação de Edenílson no Sport Club Internacional, que não aceitou a nova proposta oferecida pelo Al-Ittihad - de US$ 5 milhões pelo volante.

Desta forma, o jogador ficará a disposição do técnico Eduardo Coudet para a partida de logo mais a noite, diante do RB Bragantino, em Bragança Paulista, em jogo válido pela 14ª rodada do Brasileirão 2020, onde o Inter terá a obrigação de voltar a vencer na competição, se não quiser ficar para trás entre os times da ponta da tabela.

No entanto, o não entendimento entre brasileiros e árabes, não quer dizer em fim de negociação, pelo menos pelo clube do exterior, que prometeu uma nova investida na próxima semana, onde fará uma nova oferta a direção do Inter.

O Al-Ittihad queria pagar o valor acima descrito em várias parcelas a perder de vista - algo totalmente inaceitável pela direção colorada, que quer esse valor a vista ou garantias junto a FIFA de que irá receber o valor acertado - quando acertado, de forma parcelada; uma vez que o clube árabe seria um "mau" pagador e já fora acionado junto à entidade máxima do futebol para quitar uma dívida pendente com o Grêmio - na compra de Marcelo Grohe em 2019.

Nos corredores do Beira-Rio, alguns dirigentes já dão esse assunto como superado e sem chances de novas ofertas. Entretanto, os árabes prometem não desistir tão fácil do jogador - que é desejo do técnico Fábio Carille.

Edenílson e a proposta milionária

Vale salientar que entre o clube árabe o volante, segundo informações vindas diretamente do jogador, já teriam se acertado, onde esse receberia um salário na casa de R$ 1 milhão por mês - algo que o fez refletir sobre o negócio e querer sair do Inter; tanto que ele já teria conversado com a direção e manifestado seu desejo de deixar o clube - saída que só irá ocorrer se o Al-Ittihad concordar com a pedida colorada. Aguardemos pelos próximos capítulos desta "novela"!