Agora cidadão brasileiro, Internacional e D’Alessandro não tem pressa para a extensão de seu vínculo, ao certo é de que ele permanecerá no Colorado até dezembro deste ano. Geralmente o craque argentino deixa esse assunto para ser tratados nos últimos dias de validade de seu contrato, no entanto, as conversas iniciais com a direção já dão a entender que as partes poderão novamente chegar a um acordo favorável para ambas as partes.

Corre nos bastidores do Beira-Rio que D’Ale deverá ao menos finalizar a temporada atual vestindo a camisa do Internacional, ou seja, deverá estender seu vínculo que encerraria em dezembro, até o final de fevereiro de 2021, para assim encerrar sua participação no Brasileirão 2020 com o time.

Aos 39 anos, D’Ale no início da pandemia do novo Coronavírus já havia manifestado um desejo - que por mínimo que fosse, de encerrar a sua carreira nesta temporada, mas não está descartada a possibilidade dele vir a estender o vínculo com o Inter até dezembro de 2021. Assim sendo, todas essas questões deverão ser colocadas em prática somente em dezembro, quando por "lei" acabaria o seu contrato com o Sport Club Internacional.

Discussão a parte sobre sua renovação de contrato com o Inter, D’Alessandro nesta última quinta-feira recebeu a informação de que desde então se tornaria cidadão brasileiro, ou seja, o craque argentino agora também é cidadão brasileiro, deixando assim de ocupar uma vaga de estrangeiro no elenco colorado.

O camisa 10 do Inter está muito próximo de chegar a um número incrível com a camisa "vermelha e branca"; o de 500 jogos. Restam apenas dois jogos para que D’Ale atinja essa marca. Na temporada atual, já são 21 partidas com dois gols marcados até aqui.

Com 12 anos de clube, o argentino/brasileiro conta com 498 jogos e 93 gols marcados; sendo ele o terceiro jogador com mais partidas na história do clube.