Uma "luz" no final do túnel para os Colorados! Com apenas 20 minutos ou menos em campo, na partida diante do Esportivo - em Bento Gonçalves, neste último sábado, João Peglow pode finalmente estrear pelo time principal do Internacional, onde após o confronto que encerrou com o placar de 1 a 1, o jovem de 18 anos foi elogiado por Eduardo Coudet.

O jogador entrou em campo aos 27 minutos do segundo tempo, no lugar de Marcos Guilherme e atuou aberto pelo lado esquerdo. Pelo setor de ataque colorado, mostrou personalidade e sempre que possível buscou estar bem colocado para ajudar o time e a furar a marcação ferrenha do adversário.

Mesmo ficando em campo por aproximadamente 20 minutos - em um gramado que mais se parecia um "potreiro", como destacou o comandante técnico colorado em sua coletiva de imprensa pós-jogo, esse mesmo disse que Peglow gera "grande expectativa" para ele e para o clube; garantindo que necessitará do jovem atleta no decorrer da temporada.

"Ele tem muitas condições. Trabalha há um tempo conosco. Os jovens precisam de adaptação. Sobretudo na parte física. Há uma diferença grande entre o profissional e a base. Mas estou contente por sua estreia. É um garoto que seguramente precisaremos ao longo da temporada. Gera com isso uma expectativa no clube e em nós", comentou o técnico argentino.

Peglow em sua estreia pelo time principal do Inter - no último sábado
Peglow em sua estreia pelo time principal do Inter - no último sábado

Peglow foi em 2019 campeão mundial sub-17 com a Seleção Brasileira e é atualmente considerado uma das principal promessa do Internacional. O jovem atacante chegou no último ano a fazer alguns treinos com o elenco principal, mas foi somente após a chegada de Eduardo Coudet que o jogador foi promovido, no entanto, uma lesão atrapalhou sua adaptação e os planos da comissão técnica.

No início deste ano ele sofreu uma fissura em uma das vértebras da coluna, ficando de fora até a paralisação do futebol em março - por conta do novo Coronavírus; recuperado, pode finalmente trabalhar com seus companheiros na volta das atividades e agora cumpre com o plano traçado por Coudet - de dar mais chances ao jogador.