Com Eduardo Sasha em litígio após ação movida pelo jogador para rescindir seu contrato com o Santos, o "Peixe" pode se ver em mais uma ação judicial envolvendo o mesmo. O Sport Club Internacional está cobrando uma dívida de 2 milhões de euros pela venda do atacante , no início deste ano - esse valor seria referente a 50% dos direitos econômicos.

Segundo informações do site "globoesporte.com", o Santos não teria pago aos Colorados as primeiras parcelas do negócio, vencidas em março deste ano. Por contrato, a cotação do euro foi fixada com valor do período do acordo.

A negociação envolvendo os clubes e o atacante deveria ser pago em até 24 vezes - de 83 mil euros cada. Em caso de atraso - por contrato o Internacional tem o direito de cobrar o valor integral do negócio a vista após o atraso de três parcelas. Sem dinheiro em caixa, o Santos não tem como pagar essa dívida.

Com sérias dificuldades financeiras, o clube paulista se vê imerso a diversos problemas jurídicos - além de Eduardo Sasha, está nesta mesma situação o goleiro Everson, que também entrou na justiça pedindo o seu desligamento do clube.

Lembrando que além dos dois atletas acima citados, outros vários entraram com ação junto a FIFA pedindo rescisão de seus contratos, assim como outros clubes, que também cobram valores ao Santos junto à entidade máxima do futebol.

Em contrapartida, o Inter que também não vive situação muito melhor que a do "Peixe" financeiramente, estuda as medidas jurídicas para acionar o clube paulista para garantir o recebimento do valor acima citado. O Colorado cogita até mesmo acionar o Santos junto a FIFA para resolver a questão, porém, isso só deverá ocorrer em último caso.

A direção colorada quer buscar um acerto por outros caminhos, a fim de preservar a boa relação com o time da Vila Belmiro e com isso evitar qualquer tipo de desgaste natural de uma ação extrema nos tribunais.