Mesmo tendo tomado algumas medidas drásticas em meio à pandemia no novo Coronavírus, com demissões de funcionário e redução nos salários de seus jogadores e comissão técnica, o Colorado ainda vê um cenário favorável para fechar bem a gestão de Marcelo Medeiros, que deixará a presidência do clube no final do ano.

Para vislumbrar neste momento o que vinha sendo planejado antes da paralisação do futebol no país, o Sport Club Internacional precisaria no mínimo conseguir realizar algumas boas vendas de jogadores nesta temporada, para assim arrecadar pelo menos R$ 95 milhões em 2020.

Segundo o diretor financeiro do clube - Giovane Zanardo, o Colorado se mantém em dia com todos os parceiros após os acertos realizados nos últimos meses (aqui entendam demissões e reajustes salariais), no entanto, o dirigente deixa claro que o clube precisa de entrada de dinheiro em caixa para se manter no restante da temporada e esse poderá vir de alguma venda.

"Tínhamos previsto R$ 95 milhões em venda de atletas. É sabido que o Inter tem usado a receita de negociações nos últimos não. Tem sido uma política do clube para até mesmo encarar esse momento, que agravou a crise. É receita importante, o clube necessita disso, mas saber se irá ocorrer é outra história", destacou ele em entrevista ao "globoesporte.com".

Ainda nesta mesma, Zanardo disse o seguinte:

"Não sabemos como vai estar o mercado quando esse se abrir. É o que todo mundo se pergunta. Estamos a dois ou três meses da antiga janela. Vamos ver o que vamos ter de negócios nestes próximos meses", completou.

Dos possíveis jogadores negociáveis do Inter, estão na mira de alguns clubes da Europa e do Oriente atletas como o zagueiro Bruno Fuchs e os meias Patrick e Edenílson - esse último dificilmente a direção deixará sair neste momento, assim, a opção principal é a venda do jovem defensor, que já foi alvo do Monaco e também do Manchester City. Patrick já foi alvo de clubes da Turquia e México, só para lembrar.

Atualmente o Colorado encontra-se em sua rotina de treinos no CT Parque Gigante, no entanto não há data alguma para o clube voltar a disputar as competições pela qual terá direito de participar nesta temporada. Há chances do Gauchão retornar em julho, mas nada confirmado ainda pela FGF e pelo governo estadual.