Mesmo ainda não tendo completado seis meses de contrato com o Internacional, Eduardo Coudet que comandou a equipe em apenas 15 jogos - antes da paralisação do futebol por causa da pandemia do Coronavírus, já fala em prolongar sua permanência no Brasil, no Rio Grandes do Sul, em Porto Alegre, no Beira-Rio e no Inter.

Com contrato válido por dois anos, ou seja, até dezembro de 2021, o profissional em questão revelou nesta última quarta-feira em entrevista que não vê problema algum em estender sua permanência no Colorado por mais tempo.

Eduardo Coudet - treinador colorado - imagem: arguivo
Eduardo Coudet - treinador colorado - imagem: arguivo

Questionado sobre a relação do clube com os argentinos, Chacho como também é conhecido, elogiou a estrutura do clube.

"Nos sentimos muito cômodos desde o início. Estou feliz no Beira-Rio. Nos tratam da melhor forma e temos tudo que precisamos. É uma direção que está preocupada com as coisas. É uma grande família. Eu gosto disso. Eu gosto dos clubes passionais e dos clube em que as pessoas trabalham e demonstram essa paixão", revelou Coudet.

Ainda na mesma entrevista, ele prometeu dedicação no dia a dia de treinamentos, esperando que esse mesmo siga com resultados em campo.

"Isso me deixa muito bem, até porque buscamos dar identidade a equipe em que as pessoas se sintam identificadas. Cada jogador dará seu máximo e vale aqui a paixão que comentamos antes, do torcedor do Inter, do clube, de sua história. Disso, não tenho dúvida. Espero que os resultados nos acompanhem e que possa dar muitas alegrias à torcida colorada. Estamos trabalhando para isso", finalizou

Eduardo Coudet está no comando do Internacional desde o início da temporada, onde comandou a equipe em 15 jogos até aqui, com nove vitórias, cinco empates e apenas uma derrota - o aproveitamento é de 71,1%.