Com mais de 100 anos de história, o Sport Club Internacional que é reconhecidamente um dos maiores clubes do Brasil e porque não dizer do Mundo, conquistou inúmeros títulos importantes ao longo de sua existência, mas nem sempre um grande clube vive de glórias, vitórias e títulos, passa também por algumas vergonhas (atire a primeira pedra o clube que não fez feio alguma vez em sua história) e o colorado, como é carinhosamente reconhecido por seus torcedores, também já passou por essas, e é justamente aí que iremos elencar através deste artigo, os maiores vexames da história do time vermelho e branco do Rio Grande do Sul.

Assim sendo, se você é um daqueles amantes do futebol e gosta de saber tudo sobre o esporte, em especial a história de seu clube preferido, encontrou o lugar certo para ficar informado. Confira:

Veja os 5 maiores vexames da história do Internacional

5 - Grêmio 10 x 0 Internacional - 1909

Logo em seu primeiro ano de existência, o Internacional ao encarar o Grêmio - que até então não havia aquela rivalidade dos tempos de hoje, tomou um "laço" como dizem os gaúcho no primeiro Grenal da história do futebol, ao ser derrotado por 10 a 0, na casa adversária.

Foto: Wikipedia
Foto: Wikipedia

4 - Internacional 0 x 4 Juventude - 1999

No ano em que completava 90 anos de história, certamente essa derrota para o Juventude em partida valida pela semifinal da Copa do Brasil daquele ano, jamais vai sair da memória do torcedor colorado. E para piorar a situação, em pleno Beira-Rio. O time que era então comandado por Paulo Autuori, contava com grandes nomes, como Elivélton, Gonçalves, Christian, Fabiano, André e Dunga - sim, Dunga esteve neste time. Depois de eliminar o Goiás de Fernandão e Araujo, o Inter pegaria o Juventude e a final da competição parecia mais próxima - só que não. Depois de empatar em 0 a 0 no Alfredo Jaconi, no jogo da volta o colorado tinha tudo para se garantir na grande decisão da Copa do Brasil de 1999, no entanto, não foi o que aconteceu. Quase no final do primeiro tempo, o zagueiro Gonçalves acreditou que poderia avançar para o ataque e com isso deixou um buraco na defesa e foi por ali que Marcos Teixeira abriria o placar para os "Jaconeros", como também é conhecido o Juventude. Depois de um contra-ataque em um escanteio mal cobrado pelo Inter, o Juventude avançaria ainda mais em sua classificação a grande final da Copa do Brasil, com gol marcado por Mexerica. Mabília e Capone fechariam a conta. A tragédia diante de 60 mil torcedores jamais foi esquecida.

Foto: YouTube
Foto: YouTube

3 - Internacional 1 x 0 Nacional - 2007

Um ano após conquistar os seus dois títulos mais importantes ao longo de seus 111 anos de história (em 2010 conquistar o bi da Libertadores), o Colorado que defendia o título da Libertadores de 2006 não conseguiu apresentar o mesmo empenho na competição um ano depois e com Abel Braga ainda no comando, se tornou no primeiro time a defender o título do maior torneio de futebol da América do Sul a ser eliminado ainda na fase de grupos. Uma das maiores vergonhas para o clube até hoje.

Foto: Goal
Foto: goal.com

2 - Grêmio 5 x 0 Internacional - 2015

Esse Grenal sem dúvida ficará marcado na pele dos Colorados e Gremistas, o famoso 5 a 0 na Arena do Grêmio. Em partida válida pelo Campeonato Brasileiro daquele ano, o Inter que uns dias antes havia demitido o técnico uruguaio Diego Aguirre, acreditava que poderia ir à casa de seu maior adversário e surpreende-lo com seu treinador-interino - aqui falamos de Odair Hellmann. Devastado pelos últimos acontecimentos internos, o time do Beira-Rio não foi páreo para o Grêmio - de Renato Portaluppi, que aplicaria uma das maiores e mais vexatórias goleadas sobre seu rival, que segundo muitos, teve jogador colorado pedindo no intervalo do jogo para os gremistas tirarem o pé - algo até hoje não comprovado.

Foto: Arquivo/CBF
Foto: Arquivo/Sportv

1 - Mazembe 2 x 0 Internacional - 2010

Sim, como puderam perceber, voltamos ao tempo, saindo de 2015 e voltando a 2010, mas sem dúvida alguma essa derrota colorada é a mais vergonhosa em sua história. O Inter que havia conquistado o Bi da Libertadores neste mesmo ano, era aqui o representante sul-americano no Campeonato Mundial de Clubes e para o Campeão Sul-Africano, sofreu a mais vexatória derrota em sua existência, ao ser "atropelado" na semifinal pelo placar de 2 a 0 para o "poderoso" Mazembe - do Congo e de quebra, com direito a dancinha de Kidiaba que é lembrado todos os anos pelos gremistas - seus maiores rivais.

Mazembe
Foto: FIFA/Reprodução