Hoje voltaremos a falar um pouco da história do Sport Club Internacional, que em mais de 100 anos de existência já conquistou a América e o Mundo, tendo grandes esquadrões e com isso grandes treinadores, e é sobre esses que iremos falar nesta matéria.

Em sua longa jornada no futebol, o Colorado que passou por grandes glórias, teve nesses anos grandes profissionais na "casamata" comandando grandes times que deram ao clube os seus maiores títulos, como é o caso de Abel Braga, que deu a nação vermelha e branca - o título do Mundial de Clubes de 2006, ao bater o grande Barcelona no Japão.

Mas antes de falarmos de Abelão, começaremos pelo grande comandante do "Rolinho" - sucessor do Rolo Compressor nos anos 50. Confira comigo os cinco principais treinadores da história do Internacional.

Francisco Duarte Júnior

Teté para os íntimos, Francisco Duarte Júnior chegou ao futebol com origens ligadas ao militarismo (Major do Regimento de Pelotas) tendo sua maior condecoração como comandante técnico e depois de passar por clubes como: Farroupilha, Brasil de Pelotas, Guarany de Bagé, Cruzeiro e Nacional, finalmente chegaria ao Sport Club Internacional, onde ganhou o apelido de Marechal das Vitórias Coloradas. Dono do "Rolinho Compressor" ele ficou a frente da equipe colorada entre os anos de 1950 a 1957, tendo conquistado três títulos do Campeonato Gaúcho em sequência.

Daltro Menezes

Treinador do Inter entre os anos de 1968 a 1971, Daltro não negava sua origem gaúcha e é lembrado até os dias de hoje como o primeiro técnico do clube a fazer o colorado a jogar com que chamamos de "futebol de força". Tricampeão Gaúcho pelo clube, ele viria ainda a comandar outras equipes, como Juventude, Ceará, Vitória e o maior rival do Inter - o Grêmio.

Rubens Minelli

Rubens Minelli
Rubens Minelli - treinador campeão invicto do Brasileirão de 1976

Um dos maiores comandante técnico da história do Inter - se não o maior. Minelli teve quase que a combinação perfeita entre as partes táticas e técnicas, o que de fato marcou a sua carreira como treinador de futebol. Depois de passar por alguns outros clubes, solidificou sua história como profissional da área no comando técnico do Inter, sendo o mentor da equipe que dominou o futebol brasileiro na década de 70, apresentando ao mundo grandes nomes como: Manga, Carpegiani, Figueroa e Falcão - todos ícones do Inter, que devem parte disso muito ao trabalho de Rubens Minelli, que por muitos era tido como um comandante a frente do seu tempo no que dizia respeito ao futebol, tanto que o seu Inter era difícil de ser batido e por esse motivo conquistou de forma invicta o título brasileiro de 1976 - feito até hoje jamais batido por nenhuma outra equipe nacional. Sob o comando de Minelli o Inter ainda conquistaria o título do Brasileirão de 1975 e dois estaduais - 1974 e 1976.

Ênio Andrade

Um dos maiores treinadores de sua época; esse ajudou o Colorado a conquistar o título de Campeão Brasileiro de 1979 - o tricampeonato nacional na história do clube. Após Rubens Minelli, Ênio Andrade recebia da direção colorada a missão de reconstruir a equipe com novos jogadores, o que fez muito bem. Suas indicações logo deram resultado e os colorados voltaram a ver em campo uma equipe praticamente imbatível. Mesmo tendo sido campeão brasileiro pelo Grêmio, "Seu Ênio" como ficaria conhecido no Beira-Rio, jamais teve sua imagem arranhada por ter comandando o maior rival, tanto que retornou ao colorado em outras quatro oportunidades: 1987, 1990 e 1993 - porém, não conseguiu repetir o sucesso de sua primeira passagem pelo clube vermelho e branco do Rio Grande do Sul.

Abel Braga

Abel Braga - técnico campeão do mundo de 2006
Abel Braga - técnico campeão do mundo de 2006

Eis que chegamos ao maior de todos - sim, muito pelo título que ajudou o clube a conquistar no ano de 2006. Abel Braga que conta com cinco passagens pelo clube em seu currículo, comandou o Internacional em sua maior conquista nos seus mais de 100 anos de história, na inesquecível temporada de 2006 e onde mesmo após ter perdido o campeonato estadual para seu maior rival, escreveu uma das páginas mais lindas do Sport Club Internacional ao conquistar a Libertadores e o Mundial de Clubes daquele ano. Antes disso, em sua primeira passagem pelo Beira-Rio, entre os anos de 1988 a 1989, Abel levou o Colorado ao vice-campeonato brasileiro. Já na década de 90 - nos anos difíceis do Inter, voltou em outras oportunidades, mas sem o mesmo sucesso, retornando para ao clube nos anos 2000 e onde virou de vez o grande nome da história do Internacional.