Tendo um bom início em 2020 até a paralisação do futebol, na metade do mês de março, o Internacional que vem buscando melhorar o seu desempenho comparado as últimas temporadas, ao longo dos últimos anos realizou algumas contratações badaladas que não deram tanto resultado quanto o esperado.

Com uma lista de grandes jogadores que passaram pelo Beira-Rio, tendo eles inclusive o melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, mas que por fim decepcionaram, faz hoje em dia a direção do Sport Club Internacional pensar muito bem na hora de firmar um novo acordo com alguns atletas, principalmente sendo eles estrangeiros. E desta forma que iremos lembrar a você, cinco jogadores que chegaram gerando grande expectativa e acabaram decepcionando dentro de campo.

VAMOS A ELES:

2011 - Cavenaghi

Cavenaghi
Cavenaghi

Esse sem sombras de dúvida foi uma das maiores decepções dos colorados. Recepcionado pelos torcedores no aeroporto Salgado Filho, em janeiro de 2011, o centroavante argentino que se destacou pelo River Plate um ano antes, pouco fez pelo Internacional. Contratado por empréstimo de uma temporada, o jogador aqui em questão reconhecido mundialmente atuou pelo Colorado apenas por sete meses, ou seja, até julho daquele ano. Com o Inter tendo Leandro Damião em excelente fase, o argentino que havia chegado ao Beira-Rio como o homem de referencia no ataque colorado, acabou sendo pouco aproveitado no período em que permaneceu no clube, entrando em campo apenas em 12 jogos e vindo a marcar dois gols.

2011 - Mario Bolatti

Bolatti
Bolatti

Com passagem pelos clubes europeus como: Porto e Fiorentina, o volante argentino que se destacou jogando pelo Huracán e chegou a disputar a Copa do Mundo de 2010, com a seleção de seu país, foi contratado pelo Colorado em fevereiro de 2011, tendo boas atuações e marcando gols pela Libertadores daquele ano. Porém, a sequência acabou sendo decepcionante, sendo inclusive emprestado ao Racing - da Argentina e ao Botafogo antes de encerrar seu vínculo com o Inter.

2012 - Diego Forlán

Forlán
Forlán

O atacante uruguaio que teve um grande desempenho no "Velho Continente", passando por grandes equipes como: Manchester United, Atlético de Madrid e Inter de Milão, até marcou uns golzinhos pelo Internacional. Anunciado pelo Colorado como o grande reforço de 2012, o então melhor jogador da Copa do Mundo de 2010 gerou grande expectativa entre os torcedores, no entanto, foram apenas 22 gols marcados em 55 jogos disputados pelo clube brasileiro. Muito abaixo do que se esperava dele na época. A trajetória do atacante encerrou em 2014 - um ano antes do prazo previsto em contrato.

2013 - Scocco

Scocco
Scocco

Outro argentino com uma passagem decepcionante pelo Inter. Com uma de suas melhores temporadas na Libertadores no ano de 2013, jogando pelo Newell’s Old Boys, o centroavante chamou a atenção de diversos clubes mundo a fora, entre eles, vários clubes brasileiros - aqui incluindo o Colorado. Em julho daquele ano, a direção então conseguiu anunciá-lo. Durante a temporada, o argentino disputou apenas 21 partidas e marcou quatro gols pelo Inter. Já em 2014, pediu para sair e a direção então anunciou que ele estava fora dos planos do clube para a temporada - a alegação do jogador para o seu pedido de saída foi de que não havia se adaptado ao futebol brasileiro.

2016 - Seijas

Seijas
Seijas

O meio-campista venezuelano chegaria ao Beira-Rio como possível substituto a D’Alessandro - só que não! Após ter tido uma boa temporada anterior pelo Independiente de Santa Fé, o jogador chegou a Porto Alegre como tal, no entanto, não conseguiu se adequar ao futebol brasileiro e do Inter, acabando na reserva. Não tendo sequência como titular daquele time, o jogador que disputará apenas 29 jogos com a camisa vermelha e branca - tendo marcado cinco gols, em 2017 arrumou as malas e partiu embora, deixando o Inter na Série B.