Mesmo com o futebol parado devido ao Coronavírus e ainda buscando uma readequação nos salários de seus jogadores, o Sport Club Internacional quitou integralmente os vencimentos de seus atletas e funcionários válidos no mês de março.

A partir de agora, a direção colorada irá trabalhar em busca da conclusão da análise dos impactos financeiros da crise para definir possíveis readequações nos valores referentes ao mês de abril.

De acordo com o site "globoesporte.com", o Inter também segue os prazos estipulados por lei para quitar o pagamento das férias antecipadas. Lembrando que o clube vermelho e branco de Porto Alegre concedeu 20 dias de férias a seus atletas e funcionários.

Elenco colorado em treinamento no CT Parque Gigante antes da paralisação.
Elenco colorado em treinamento no CT Parque Gigante antes da paralisação.

Decididos a quitarem integralmente os salários regidos pela CLT até o final do mês, o clube gaúcho vê ao final do túnel uma possibilidade que ganha força em caso de necessidade de promover a redução ou repactuar algum valor - aqui falamos dos direitos de imagens dos atletas.

Sem ainda poder contar com uma data concreta para a volta do futebol no país, o Colorado espera um posicionamento mais assertivo da Confederação Brasileira de Futebol sobre a volta do calendário para executar o seu plano. A primeira ideia do clube é a de reduzir em até 30% os vencimentos dos vices-presidentes em 2020. Com contratos vigentes, a redução no futebol deverá ser menor.

O Colorado trabalha com plano de contenção de gastos para até 90 dias sem futebol, tendo como principal impacto financeiro a ausência na renda com bilheteria e com possíveis percas no quadro social.