Em férias durante o período de quarentena, Marcelo Lomba espera ansiosamente o retorno aos gramados e em especial aos jogos da Libertadores, onde poderá nesta temporada alcançar um feito histórico com a camisa do Sport Club Internacional.

O goleiro titular de Eduardo Coudet pode ultrapassar uma "lenda" no Colorado e se tornar o goleiro com mais jogos de Libertadores na história do clube. Obviamente que aqui falamos de Clemer, que até o momento é o goleiro que mais vezes defendeu o Inter em jogos da competição em questão.

Porém, Lomba poderá ultrapassá-lo ainda na fase de grupos da maior competição sul-americana, para isso basta estar em campo no restante desta fase, uma vez que tem três partidas a menos que o goleiro campeão do mundo com o Colorado - restando quatro jogos na fase de grupos. Marcelo Lomba hoje está ao lado de outra lenda - Manga, com 16 partida pelo Inter em Libertadores - contra 19 de Clemer, que possui um título com a camisa vermelha e branca deste torneio em 2006.

Marcelo Lomba ao lado de Cuesta e Fuchs após a classificação para a fase de grupos da Libertadores.
Marcelo Lomba ao lado de Cuesta e Fuchs após a classificação para a fase de grupos da Libertadores.

"Defender a camisa do Inter é muito bom, maravilhoso. É uma responsabilidade muito grande. Mas acima de tudo, permanecer no clube, disputar grandes torneios vestindo a camisa com garra. É uma marca importante. Estou com outros goleiros que escreveram o nome na história", afirmou o dono da camisa 12 do Inter.

Até o momento, Lomba nesta temporada já alcançou outra marca pelo clube, visto que ainda não foi vazado nos seis jogos pela Libertadores - a maior série da história do Internacional em 13 participações na competição.

Contratado em 2016, Lomba assumiu a titularidade no Colorado em agosto de 2018, depois de Danilo Fernandes sofrer uma grave lesão em um de seus ombros e neste mesmo ano acabou sendo escolhido como o melhor goleiro do Campeonato Brasileiro, onde até aqui soma 132 partidas - seu contrato encerra no final de 2021.