Numa manhã de 19 de dezembro de 2019, desembarcava em Porto Alegre - Eduardo Coudet e lá se vão 100 dias desde que o comandante técnico argentino assumiu oficialmente o time do Internacional.

O treinador que completará 100 dias a frente do Colorado neste próximo sábado, não poderá comemorar esse feito em campo, devido a um dos momentos mais atípicos da história do futebol brasileiro e mundial. Porém, a marca de Eduardo Coudet no Internacional virá acompanhada de números emblemáticos e com um aproveitamento que supera Jorge Jesus em seus primeiros 15 jogos pelo Flamengo.

Até aqui, Coudet comandou o Colorado em apenas 15 partidas, sendo dessas: nove vitórias, cinco empates e apenas uma derrota - tendo ele alcançado até esse momento um aproveitamento de 71,1%, enquanto Jorge Jesus comandando o Flamengo neste "mesmo" período somou 68,8%.

Obviamente que essa comparação não da para levar muito em conta, até porque Coudet destas 15 partidas - 9 delas foram pelo Campeonato Gaúcho - e vamos ser justos, não pode servir de parâmetros em uma comparação, visto de Jorge Jesus pegou o Flamengo já em meio ao Brasileirão e também disputando a Libertadores.

Eduardo Coudet - treinador colorado.
Eduardo Coudet - treinador colorado.

Mas se pegarmos a temporada 2020, o time comandando pelo treinador argentino hoje divide com o Fluminense (de Odair Hellmann) a terceira melhor campanha na temporada, ficando atrás do Atlético-GO (segundo colocado com 76,9% em 13 jogos) e o Flamengo - líder absoluto com 85,4% de aproveitamento em 16 jogos.

Com respaldo total da direção do Internacional, tento inclusive os elogios de quem ele comanda (os jogadores), que frequentemente o elogiam por seu método de trabalho e exigência, ele também conseguiu colocar em prática suas ideias em tempo recorde.

Assim, Eduardo Coudet mesmo não podendo estar a beira do gramado comandando o seu time, celebrará neste sábado os seus 100 dias de Internacional - de forma positiva, com números até aqui expressivos e onde desde seu início conviveu com decisões importantes - classificação na "Pré-Libertadores" a fase de grupos da competição é um exemplo do que estamos falando.

Mas agora fica a dúvida, e a volta ao futebol quando toda essa pandemia originada pelo Coronavírus passar, como será o retorno do Internacional de Eduardo Coudet - o mesmo que iniciou a temporada? Esperamos nós que sim; nunca esquecendo que seu início, bem lá nos primeiros jogos, foram meio irregulares, conseguindo equilibrar com o decorrer do trabalho.

Depois de armar sua equipe com quatro volantes nas primeiras partidas sob o comando do Internacional, após a classificação a fase de grupos da Libertadores, Coudet abriu o seu time e foi aí que ele passou a mostrar serviço, com um futebol convincente e para frente, bem diferente do que o Colorado vinha apresentando nas últimas temporadas, o que deixou o torcedor bem feliz e entusiasmado com o que a temporada prometia até a parada por causa do COVID-19.