Técnico do Milan faz comentário polêmico sobre Paquetá: "Precisa ser menos brasileiro"

Em entrevista, o técnico do Milan, Marco Giampaolo, afirmou que o jogador será testado em novas posições, e que precisa ser mais sóllido nas partidas.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Convocado para os próximos amistosos da seleção brasileira, o meia Lucas Paquetá segue buscando sua melhor adaptação ao futebol europeu. Cria da base do Flamengo, o jovem jogador vem sendo alvo de diversas observações por parte da comissão técnica do Milan sobre sua forma de jogar e sobre seu posicionamento. O meia vive um momento de afirmação no Milan com a chegada do novo técnico Marco Giampaolo. Prova disso foi a declaração do treinador após a vitória de 1 a 0 sobre o Brescia no último sábado.

Perguntando sobre a atuação do brasileiro, que entrou no segundo tempo como volante e chegou a carimbar uma bola no trave, o treinador afirmou:

- Na maneira como vejo as coisas, Paquetá pode ser um excelente "mezzala" (um termo italiano para o meia-campista que joga mais avançado pelos lados). Ele só precisa aprender a ser um pouco menos brasileiro às vezes, um pouco mais sólido - disse Giampaolo em declarações à emissora DAZN e repercutidas por sites como Milan Channel e Football Italia.

PAQETA

- Nos últimos dez minutos (da partida), desloquei ele mais para a frente para fazer esse papel também, mas eu prefiro um jogador com características de atacante (nesse função) - completou o treinador rossonero.

Paquetá foi comprado pelo Milan no início da temporada passada, e foi considerado o símbolo de uma retomada do clube italiano em seu protagonismo na Europa. Entretanto, a primeira temporada do jogador foi marcada por adaptação e diversos aprendizados sobre a intensidade do jogo e o novo posicionamento em seu novo clube. Na temporada passada, o brasileiro teve como técnico o ex-jogador e ídolo do Milan Gattuso.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal