Por que o futebol movimenta cada vez mais dinheiro?

Cifras milionárias ficam cada vez mais comuns no mundo da bola. Entretanto, alguns fatores foram extremamente importantes para estes valores.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

É cada vez mais comum vermos cifras milionárias em transferências no futebol mundial e salários também cada vez mais astronômicos. E, por incrível que pareça, este é um fator relativamente novo na história do futebol, que até pouco tempo atrás não valorizava tanto assim seus atletas. Trazemos aqui uma análise completa sobre os fatores que fizeram este fenômeno se tornar rotineiro no mundo da bola.

A PRIMEIRA GRANDE CONTRATAÇÃO

Mesmo que já estejamos familiarizados com as transferências de valores altíssimos, a primeira contratação de um clube que ultrapassou o valor de 100 milhões de euros foi a contratação do atacante Gareth Bale, há 6 anos, em 2013, quando saiu do Tottenham para ir ao Real Madrid, custando cerca de 105 milhões de euros ( R$ 440 milhões). Esta contratação foi extremamente importante para a história do futebol, uma vez que ela criou um novo parâmetro para outras transferências que vieram na sequência, mudando o rumo financeiros dos clubes.

Bale foi o primeiro jogador da história a custar mais de 100 milhões de euros. (Foto:AS)Bale foi o primeiro jogador da história a custar mais de 100 milhões de euros. (Foto:AS)

Desde então, 9 das 10 maiores contratações da história do futebol ultrapassaram a barreira dos 100 milhões de euros. Apenas quando Cristiano Ronaldo, quando chegou ao Real Madrid, custou um pouco menos, 94 milhões de euros. Isto comprova que, quando há um valor exorbitante em algum jogador, cria-se uma comparação em relação ao que cada jogador pode valer, comparando seus desempenhos 

Neymar, a maior contratação

Sabe-se que a contratação mais cara da história do futebol mundial até o momento é a ida de Neymar ao PSG, no ano de 2017. O clube francês teve que desembolsar cerca de 222 milhões de euros (mais de R$ 1 bilhão) para poder contar com o craque brasileiro. Com isso, outros grandes clubes do futebol mundial inflacionaram o preço de seus principais jogadores, elevando mais uma vez as cifras e dificultando possíveis transferências pelo alto custo.

Neymar foi a contratação mais cara da história do futebol. (Foto: SAPO)Neymar foi a contratação mais cara da história do futebol. (Foto: SAPO)

 Para comprovar isso, basta entender as renovações de contrato feitas com alguns dos melhores jogadores do mundo:

Em 2017, o Real Madrid renovou o contrato do meia Isco, e estipulou a multa rescisória do jogador em cerca de 700 milhões de euros ( cerca de R$ 2,9 bi ).

Outro caso recente foi a contratação de Griezmann feita pelo Barcelona. Além de ter custado a bagatela de 120 milhões de euros (aproximadamente R$ 510 milhões), o clube catalão colocou a multa do atleta agora em 800 milhões de euros, o jogador mais caro do futebol mundial em valor de mercado.

Griezmann foi o jogador com a maior multa rescisória do futebol mundial. (Foto: Goal)Griezmann foi o jogador com a maior multa rescisória do futebol mundial. (Foto: Goal)

 ALTOS VALORES NO FUTEBOL BRASILEIRO

Esta "superinflação" fez com que essa maré "respinguasse" também no futebol brasileiro. Para comprovar este fator, é necessário apenas comparar os maiores salários de jogadores brasileiros. Nesta temporada, o 20º jogador mais bem pago do país ganha cerca de R$ 550 mil mensais, que é Rodrigo Caio, do Flamengo. Confira a lista: (Fonte: www.salario.com.br)

20º- Rodrigo Caio (Flamengo): R$ 550 mil

19º - Luan (Grêmio): R$ 580 mil

18º - D´alessandro (Internacional): R$ 600  mil

17º - Geromel (Grêmio): R$ 600 mil

16º - Guerrero (Internacional): R$ 600 mil

15º - Fábio (Cruzeiro): R$ 680 mil

14º - Diego Alves (Flamengo): R$ 700 mil

13º - Fred (Cruzeiro): R$ 750 mil

12º - Rodriguinho (Cruzeiro ): R$ 750 mil

11º - Thiago Neves (Cruzeiro): R$ 750 mil

10º - Diego Ribas (Flamengo): R$ 800 mil

9º - Alexandre Pato (São Paulo): R$ 840 mil ( sem bônus)

8º- Hernanes (São Paulo): R$ 850 mil

7º - Lucas Lima (Palmeiras): R$ 900 mil

6º - Pedro Rocha (Cruzeiro ): R$950 mil

5º - Diego Tardelli (Grêmio ): R$ 1 milhão

4º - Dudu (Palmeiras): R$ 1,05 milhão

3º - Gabriel (Flamengo): R$ 1,25 milhão

2º - Arrascaeta (Flamengo): R$ 1,5 milhão

1º - Ricardo Goulart (Palmeiras): R$ 3 milhões

Todos isso fez com que o futebol dos clubes brasileiros ficasse caríssimo e não atoa vemos muitos clubes com dívidas milionárias e muitas ações na justiça. Até onde isso vai? Não sabemos, só sabemos que este ciclo será difícil de modificar.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal