Técnico colorado admite erros de seu time, mas não gostou da atitude de alguns do Botafogo

Com a derrota fora de casa no estádio Nilton Santos, diante do Botafogo, o Internacional caiu para a terceira colocação e viu a vantagem do Palmeiras subir um ponto – 65 contra 71 do líder.

Por
Compartilhe

Em uma das piores partidas do Internacional no Brasileirão-2018, o técnico Odair Hellmann viu o seu time jogar muito pouco, cometer inúmeros erros e sair de campo, no Engenhão, derrotado por 1 a 0 diante do Botafogo, neste domingo, pela 35ª rodada.

Com sempre, bem lúcido, Hellmann reconheceu todos esses erros e admitiu que o Colorado perdeu a chance de encostar no Palmeiras, que apenas empatou em 1 a 1 com o lanterna e já rebaixado Paraná, fora de casa. Porém, o treinador não gostou nada da atitude dos jogadores do Botafogo e com o ambiente criado após o apito final, onde Wellington Silva e Rodrigo Moledo foram expulsos.

Odair Hellmann - treinador do Internacional.Odair Hellmann - treinador do Internacional.

Segundo o treinador colorado, alguns jogadores do Botafogo faltaram com respeito após abrirem o placar do jogo, onde ele próprio após o final do duelo, no Rio de Janeiro, foi cobrar do trio de arbitragem.

“Só quero aqui dizer que acredito que nós profissionais temos que ter uma relação de respeito quando se vence ou quando se perde. Quando falta respeito contra profissionais... Já há uma tensão no ambiente, quando passa um pouco do ponto, principalmente de pessoas que você conhece, aflora um pouco. Ficou dentro de campo. Fui falar com a arbitragem e com o Botafogo sobre isso. Que nós tenhamos respeito, que saibam ganhar, que saibam perder, respeitando sempre o adversário. Por parte do Botafogo não faltou respeito. É uma instituição. Faltou respeito por parte de alguns de seus jogadores e da comissão técnica. Mas quero aqui deixar bem claro que não foi por isso que perdemos, jogamos muito mal”, declarou ele.

Na mesma coletiva, Odair Hellmann admitiu que seu time encontrou dificuldades no primeiro tempo “truncado” e com isso teve que se expor na segunda etapa para buscar o placar. Com isso cometeu erros e permitiu que o Botafogo vencesse o jogo. O treinador falou ainda que o placar poderia ser maior.

“Não conseguimos fazer um bom primeiro tempo. Mesmo com o Botafogo criando pouco, conseguiu o gol no finalzinho. No segundo tempo, quando fomos buscar o resultado, acabamos dando contra-ataques. Aí, criaram situações claras para vencer por mais. O que nos resta é continuar lutando e acreditando. Temos mais três rodadas e ainda estamos na briga. Tudo está em aberto. Parece que o Inter está em 13º. Estamos em 3º. Perdemos, sim! É duro, sim! Não gosto de perder. Quem vai ter que pagar esse preço será o Atlético-MG”, finalizou o treinador colorado.

Com a derrota fora de casa no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, diante do Botafogo, o Internacional caiu para a terceira colocação e viu a vantagem do Palmeiras subir um ponto – 65 contra 71 do líder. O Colorado volta a campo já na próxima quarta-feira, quando no Beira-Rio defenderá a sua invencibilidade no campeonato brasileiro, dentro de casa, contra o Atlético-MG, às 19h30, pela 36ª da competição.

 

Comentários