Internacional: Da euforia ao silêncio da concentração por um ideal

O elenco Colorado já volta a trabalhar nesta quinta-feira a tarde, onde iniciará os trabalhos visando o Grenal do próximo final de semana, no estádio Beira-Rio.

Por
Compartilhe

A torcida Colorada está em um estado de graça que há muitos anos não se via e claro, da para entender o porquê. Após 800 dias e uma “Série B” no meio do caminho, fizeram os torcedores acreditar que isso não seria possível tão cedo, mas o atual elenco do Internacional mostrou que é; tanto que nesta última quarta-feira o clube gaúcho assumiu a ponta da tabela no Campeonato Brasileiro, no mesmo ano em que volta a “elite” do futebol brasileiro.

Elenco Colorado reunido no meio de campo para agradecer ao torcedor todo o apoio. Foto: Wesley Santos / Agência Press Digital.Elenco Colorado reunido no meio de campo para agradecer ao torcedor todo o apoio. Foto: Wesley Santos / Agência Press Digital.

Dentro de campo, o time comandado por Odair Hellmann mostra a cada jogo a união que esse grupo tem, o quanto estão fechados em um ideal. Primeiramente diziam que o Colorado iria brigar para não cair novamente; eles (os jogadores) foram lá e mostra que muita gente estava enganada, uma vez que o time conseguiu atingir o número necessário para se livrar de uma possível queda a Série B. Agora na liderança da Série A, o time faz a torcida voltar a sonhar com um possível título nacional, porém, o grupo se mostra muito focado em seus objetivos, tanto que após comemorem junto aos torcedores ao final da partida diante do Flamengo, ao voltar ao vestiário não dava para acreditar no que se ouvia, pois não se ouvia nada.

Os jogadores um a um entravam no vestiário em silêncio, como o próprio atacante William Pottker revelou em entrevista coletiva após o confronto. Na zona mista, o camisa 99 afirmou que houve pouca margem para festa ou conversas paralelas, mas sim, para a mobilização e concentração para o próximo confrontos, para a próxima “batalha”, como ele próprio diz. E essa batalha será contra o maior rival, o Grêmio, no clássico Grenal do próximo domingo no estádio Beira-Rio, às 16h.

“Cara, me surpreendi porque entramos no vestiário e foi um silêncio. Todos focados para a próxima batalha. Poucos se falando. Isso mostra a nossa concentração, mostra o quanto estamos focados em devolver a essa torcida e a esse clube, as suas glórias. Nós nos mantivemos tranquilos. Todos serenos. Sabedores de que o campeonato é longo. Temos mais uma batalha no domingo”, declarou o atacante.

Com uma defesa sólida, o Inter se manteve superior, mesmo com alguns pequenos vacílos nos minutos finais, onde vendo a dificuldade em campo, entrou o 12º jogador – a torcida, que passou a entoar o hino do clube e a vaiar cada ataque do Flamengo e vibrar como gol cada defesa de Lomba e cada dividida ganha pela defesa.

Por fim, o Internacional encerra a 23ª rodada na liderança do Campeonato Brasileiro com os mesmos 46 pontos do São Paulo, mas com vantagens nos critérios de desempate.

Odair Hellamann em sua entrevista coletiva. Foto: Eduardo Deconto.Odair Hellamann em sua entrevista coletiva. Foto: Eduardo Deconto.

Para o técnico Odair Hellmann, o time só está consolidando uma “ideia” desenvolvida ao longo de uma temporada passada e parte no início da atual que foi marcada por turbulências antes de colher os frutos de hoje.

“O que vocês estão vendo, representa o fortalecimento de uma ideia. O futebol não se constrói da noite pro dia. Um clube que passa pelo que o Inter passou, não é no primeiro, terceiro mês; existem etapas. A direção respaldou esse trabalho, os jogadores se comprometeram com a ideia, mas você precisa de tempo. Hoje estamos mais consolidados taticamente, com confiança. As vitórias e o desempenho geraram mais confiança para chegarmos mais fortes até aqui. Não ocorre por acaso. Esse é um grupo maduro, comprometido, experiente. A liderança é momentânea. Apenas nos mostra que estamos no caminho certo, mas para isso não podemos nos acomodar e achar que já ganhamos, pelo contrário”, declarou o comandante técnico do Inter.

Ainda segundo Hellmann, a comissão técnica juntamente com a direção mantém a tranquilidade, sem deixar a “soberba” tomar conta do ambiente.

Com a liderança na mão, o elenco Colorado já volta a trabalhar nesta quinta-feira a tarde, onde iniciará os trabalhos visando o Grenal do próximo final de semana, no estádio Beira-Rio, pela 24ª rodada do Brasileirão.

Comentários