Em entrevista a um dos maiores jornais do Rio Grande do Sul, Marcelo Medeiros - presidente do Internacional fala sobre o segundo semestre do clube e o que espera do time para essa segunda parte do Brasileirão.

O presidente colorado deu entrevista ao jornal "Zero Hora" nesta última sexta-feira e nessa mesma falou sobre a necessidade do clube fazer caixa para fechar o ano de forma digna, precisando assim vender um de seus titulares na próxima janela de transferências.

 

Veja abaixo algum dos trechos da entrevista concedida por Marcelo Medeiros ao jornal da capital gaúcha:

 

Perguntado sobre as finanças do clube, Medeiros explicou que o clube enfrentou muitas dificuldades financeiras, há um ano e meio e que as vendas de jogadores que não estava no clube, mais a saída de um dos titulares, poderá equilibrar as contas no final do ano:

"Apresentamos as contas que foram auditadas. É bem próximo aquilo que nós mostramos para a imprensa, no último ano. O clube enfrentou uma série de dificuldades financeiras, há um ano e meio. Mas com as vendas recentes, permite que o clube chegue muito próximo da metade da dívida projetada - o Inter aguarda os desfechos das prováveis negociações envolvendo Taison e Alisson - só numa provável venda do seu ex-goleiro, se for pelos valores apresentados nos últimos dias, o Colorado poderá arrecadar algo em torno de R$ 42 milhões - isso já somado as vendas de Valdívia, Anselmo e outros; assim que essas foram concluídas poderemos ter um saldo no trimestre e no balanço deste ano. O Inter está muito próximo do equilíbrio financeiro que nós almejamos e no qual o clube precisa chegar", declarou o presidente.

Também perguntado sobre D’Alessandro - a maturidade do time sem a necessidade de depender exclusivamente do argentino, o mandatário colorado respondeu o seguinte:

"D’Alessandro é o capitão do time e está com problemas físicos. O importante é que temos um bom grupo. Mas ele é um jogador muito expressivo, é uma referência técnica para todos os seus colegas e ídolo do clube".

Além de falar sobre D’Alessandro, Medeiros também foi questionado sobre Sarrafiore, que está chegando ao clube nos próximos dias:

"Ele é um jogador que irá precisar de um tempo para se recuperar. Recuperar a condição de jogo, a condição física. Teremos que ter paciência e cuidar com carinho e cuidado. Ele vai para Atibaia. Faremos uma avaliação física e clínica quando se apresentar. Todos os jogadores que chegam independente da idade passam por uma bateria de exames no clube", declarou.

Para finalizar, Marcelo Medeiros que foi questionado sobre a temporada de 2019, foi curto e rasteiro, ao responder que só está trabalhando a atual temporada - uma vez que no final do ano o Internacional escolherá o seu novo presidente para os dois próximos anos:

"Sobre 2019, não temos nada, estamos trabalhando para essa temporada, pensamos no Inter e não na gente; não estamos pensando nas eleições, queremos sim voltar forte na segunda parte do Brasileirão. Isso que mais nos preocupa atualmente", finalizou Medeiros.